Notícias | Dia a dia
Diante de um top 20, Murray não passa da estreia
13/08/2018 às 16h20

Britânico teve muitas dificuldades com o saque no início da partida com Pouille

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Ainda buscando recuperar seu melhor nível de tênis e o ritmo de jogo, Andy Murray foi eliminado ainda na estreia do Masters 1000 de Cincinnati. O ex-número 1 do mundo e atual 375º do ranking caiu diante do francês Lucas Pouille, 17º colocado, com parciais de 6/1, 1/6 e 6/4 em 1h53 de disputa.

Esta foi apenas a sétima partida disputada por Murray na temporada. O britânico de 30 anos ficou onze meses fora do circuito por conta de lesão e cirurgia no quadril. Desde então, disputou apenas três torneios antes de Cincinnati, em Queen's, Eastbourne e Washington.

Por sua vez, Pouille tem a comemorar sua primeira vitória contra Murray, para quem havia perdido nos quatro duelos anteriores. Ex-top 10, o francês de 24 anos liderou a contagem de winners por 38 a 15, além de cometer 29 erros não-forçados contra 27 do britânico. O adversário de Pouille na próxima rodada virá da partida entre o norte-americano Michael Mmoh e o argentino Leonardo Mayer.

O set inicial foi muito difícil para Murray, especialmente no saque. Além de colocar apenas 46% de primeiros serviços em quadra, o britânico fez seis duplas faltas e venceu somente dois dos 14 pontos jogados com seu segundo serviço. Vulnerável, o ex-número 1 acabou permetindo três quebras a Pouille. Em uma parcial com poucos ralis, o francês prevalecia nos pontos mais curtos.

A situação se inverteu no segundo set, quando Murray elevou seu índice de acerto de saque para 69% e cedeu apenas quatro pontos em seus games de serviço. O britânico também era mais firme do fundo de quadra e cometeu só três erros não-forçados contra doze de Pouille. Além disso, o ex-líder do ranking foi muito eficiente em suas devoluções, principalmente contra o segundo saque do rival e conquistou três quebras.

O game de abertura do último set durou mais de dez minutos e teve dezoito pontos disputados. Murray até salvou dois break points, mas não evitou a quebra ao cometer uma dupla falta. Em um game com boas devoluções, o britânico chegou a ter uma chance de quebrar, mas Pouille se salvou combinando um bom saque aberto e um winner de forehand na paralela. O francês não seria mais ameaçado em seus games de serviço até o fim do jogo. Murray ainda salvou um match point em seu saque quando já perdia por 5/3 e outro no serviço de Pouille, mas não evitou a eliminação.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis