Notícias | Dia a dia
Rafa reafirma sua surpresa com título no Canadá
12/08/2018 às 22h47

Nadal encerrou jejum de cinco anos nos Masters de piso duro

Foto: ATP

Toronto (Canadá) - "Se você tivesse me dito duas semanas atrás (que eu ganharia Toronto) eu não teria acreditado", afirmou Nadal, ainda na quadra, para expressar novamente sua surpresa com a campanha quase perfeita que teve no Masters 1000 canadense, que culminou com a vitória por 6/2 e 7/6 em cima da sensação grega Stefanos Tsitsipas.

O espanhol não vencia um torneio desse porte sobre pisos sintéticos desde 2013. "É uma grande forma de começar a temporada de quadras duras. Ganhar aqui em Toronto foi muito importante, não se vence Masters 1000 com frequência. Sinto que estou evoluindo a cada partida que fiz na quadra dura. É importante ganhar, principalmente quando não se joga bem".

Já na entrevista oficial, Nadal colocou em dúvida sua participação em Cincinnati e, no final da noite local, anunciou que havia decidido poupar o físico e pular o Masters norte-americano.

Na cerimônia de premiação, destacou a importância do seu quarto título em quadras canadenses. "Por muitas vezes não pude competir aqui no Canadá, devido às muitas lesões em minha carreira. Gostaria de ter vindo mais vezes. Foi uma semana fantástica. Esse apoio do público é o que me faz levantar todos os dias e treinar com a maior paixão possível".

Questionado mais uma vez sobre o cronômetro regressivo colocado em quadra nestes torneios do US Open Series, para limitar a 25 segundos a reposição da bola em jogo, afirmou não ter sido incomodado. "Não tenho qualquer problema com o relógio. A mim não agrada pessoalmente, não porque vai contra mim mas porque os jogos mais memoráveis da história foram muito longos. Eu posso fazer tudo mais rápido, porém eu gosto de pensar".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis