Notícias | Dia a dia
Nadal se diz surpreso com a final em Toronto
12/08/2018 às 10h10

Nadal tenta o nono título de Masters sobre quadra dura

Foto: ATP

Toronto (Canadá) - Sem títulos de Masters 1000 na quadra dura há exatos cinco anos, o espanhol Rafael Nadal admitiu surpresa por sua grande campanha no piso veloz de Toronto logo na primeira semana de retorno à superfície. "Quando cheguei aqui, era difícil imaginar que estaria na última rodada. Claro que posso jogar um pouco melhor, mas tenho que trabalhar todos os dias e, a cada jogo, tenho conseguido melhorar".

Mesmo tendo vencido facilmente o grego Stefanos Tsitsipas em Barcelona há quatro meses, o líder do ranking espera jogo duro às 17 horas deste domingo: "Stefanos está jogando muito bem, tem feito uma grande semana, competindo cada dia melhor e ganhando muita confiança no seu jogo", elogia o espanhol. "É um tenista completo, não se baseia só numa coisa, tem todos os golpes. É jovem e demonstra paixão pelo tênis".

Como de hábito, ele diz que precisará jogar no mais alto nível: "Nesse tipo de partida tenho de jogar muito bem. Estou fazendo as coisas certas em quadra e acredito que estou preparado para o desafio".

Ele gostou de sua atuação na noite de sábado diante do russo Karen Khachanov, sobre quem anotou a quarta vitória sem perder sets. "Ele tem um saque poderoso e bate muito da linha de base. Tem especialmente um grande backhand, mas é verdade que comete alguns erros com o forehand. Precisei resistir a isso e jogar de forma mais agressiva. Quando consegui mexê-lo mais, tomei o controle".

Com três títulos no Canadá, porém o mais recente em 2013, Nadal diz que sempre se sente à vontade tanto em Toronto como em Montréal. "Sempre joguei bem aqui". Ele tentará neste domingo o 33º troféu de nível Masters, distanciando-se ainda mais na contabilidade, e um histórico 80º título na carreira.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis