Notícias | Dia a dia
Após 1º set difícil, Halep embala e faz semi no Canadá
10/08/2018 às 21h32

Halep tenta alcançar sua quinta final na temporada

Foto: Divulgação

Montréal (Canadá) - Um duelo que começou equilibrado acabou ficando bem mais tranquilo para Simona Halep. Depois de um primeiro set difícil, a número 1 do mundo embalou e derrotou a sexta colocada francesa Caroline Garcia por 7/5 e 6/1 para se garantir na semifinal do WTA Premier de Montreál. A romena venceu nove dos últimos dez games disputados, incluindo seis seguidos.

Vencedora de 17 títulos no circuito, com evidente destaque para Roland Garros este ano, Halep pode alcançar sua 32ª final da carreira e a quinta da temporada. A romena até já foi campeã do torneio canadense em 2016, também em Montréal, e vice no ano anterior em Toronto.

A adversária de Halep na semifinal será a australiana Ashleigh Barty, jovem jogadora de 22 anos e número 16 do mundo. Marcado para às 14h (de Brasília) deste sábado, o duelo entre as duas é inédito no circuito. Barty já tem dois títulos de WTA e tenta alcançar a sexta final na carreira.

Em uma primeira parcial tão equilibrada, o número de erros não-forçados foi determinante para o resultado final. Ainda que Garcia tivesse feito 13 winners contra seis de Halep, a romena também só cometeu seis erros contra 19 da francesa.

Após uma troca de quebras nos dois primeiros games, as sacadoras vinham prevalencendo na partida, embora a francesa tenha enfrentado mais quatro break points. Depois de estar perdendo por 5/4, Halep se livrou da pressão com maestria. A romena confirmou de zero seu game de serviço e ganhou confiança para vencer oito dos últimos dez pontos do set e voltar a quebrar.

O segundo set foi muito mais tranquilo para Halep, que não enfrentou break points e perdeu apenas seis pontos em seus games de serviço. Além disso, a romena foi agressiva em suas devoluções e só permitiu a Garcia vencer treze dos trinta pontos jogados em seu saque. Halep liderou a contagem de winners por 19 a 16 e terminou a partida com apenas 12 erros não-forçados contra 31 de Garcia.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis