Notícias | Dia a dia
Um dia antes dos 18, Aliassime tem sua maior vitória
07/08/2018 às 18h05

Esta foi a quarta vitória em ATP na carreira de Aliassime a segunda em Masters

Foto: Divulgação

Toronto (Canadá) - Um dia antes de completar 18 anos, Felix Auger-Aliassime consegue a maior vitória da carreira. O promissor atleta canadense superou o francês Lucas Pouille, ex-top 10 e atual número 18 do mundo, por 6/4 e 6/3 em sua estreia no Masters 1000 de Toronto.

Esta foi a quarta vitória de Auger-Aliassime em nível ATP e a segunda em Masters 1000, mas o jovem canadense jamais havia derrotado um adversário do top 20. Seu próximo adversário será o russo de 22 anos e 68º colocado Daniil Medvedev.

Convidado para jogar em Toronto, Auger-Aliassime iniciou a semana com o melhor ranking da carreira ao ocupar o 133º lguar. A vitória obtida nesta terça-feira rende 45 pontos numa semana que ele não defende nada e descarta apenas seis pontos de seu 18º e último resultado válido. Com isso, o jovem canadense fica entre os 120 melhores do mundo.

Caso chegue às oitavas de final de um Masters 1000 pela primeira vez na carreira, Aliassime receberá 90 pontos mas ainda não será suficiente para debutar no top 100. Para se tornar o primeiro jogador nascido em 2000 a integrar o grupo dos cem melhores do mundo já na próxima segunda-feira, será necessário chegar às quartas e marcar 180 pontos.

Aliassime quebrou logo no segundo game da partida e escapou de três break points para já começar o jogo vencendo por 3/0. O anfitrião ainda teria chances de aumentar a vantagem, mas não a aproveitou e sofreu uma quebra quando sacava para fehcar o set. Entretanto, Pouille não conseguia buscar o empate e voltaria a perder o saque quando o atleta da casa liderava por 5/4.

O segundo set foi muito superior para Aliassime, que disparou quatro aces e só perdeu dois pontos em seus games de serviço. O canadense quebrou rapidamente o saque de Pouille e não encontrou resistência até o fim do jogo. O jovem anfitrião liderou a contagem de winners por 25 a 14 e cometeu 16 erros não-forçados contra 20 do rival francês.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis