Notícias | Dia a dia
Djokovic passa por lucky loser na estreia em Toronto
07/08/2018 às 16h13

Depois de um primeiro set tranquilo, sérvio sofreu duas quebras na parcial seguinte

Foto: Divulgação

Toronto (Canadá) - Depois o sorteio da chave do Masters 1000 de Toronto indicar uma estreia complicada para Novak Djokovic, o sérvio acabou tendo o caminho modificado em cima  da hora nesta terça-feira. Inicialmente escalado para enfrentar Hyeon Chung, o sérvio viu o número 23 do mundo desistir por lesão nas costas, e acabou jogando contra o lucky loser bósnio Mirza Basic. Contra o 84º colocado, o sérvio marcou as parciais de 6/3 e 7/6 (7-3) em 1h29.

Esta foi a 26ª vitória de Djokovic na temporada e a primeira desde o título de Wimbledon, há pouco mais de três semanas. Ex-líder do ranking, o jogador de 31 anos aparece atualmente na décima posição, mas não defende pontos até o fim da temporada. O sérvio não atuou durante todo o segundo semestre de 2017 por conta de lesão no cotovelo direito.

Quatro vezes campeão no Canadá, Djokovic não teve folga na primeira rodada, já que não conseguiu figurar entre os oito principais cabeças de chave. O sérvio enfrenta na segunda fase Peter Polansky, convidado local de 30 anos e 121º do ranking. O único duelo anterior aconteceu também no Canadá, em 2009, com vitória do sérvio em sets diretos.

Diante de um adversário inédito em sua carreira e da necessidade de adaptar rapidamente seu plano de jogo, Djokovic foi mais cauteloso nos primeiros games. Já o bósnio procurou forçar o saque e aproveitar qualquer chance de atacar, com o objetivo de não dar ritmo ao sérvio. Entretanto, no momento em que o saque deixou Basic na mão, a necessidade de ralis maiores expôs a superioridade técnica do sérvio, que buscou a quebra no sexto game. Sem enfrentar break points, Djokovic liderou a contagem de winners do primeiro set por 11 a 3.

O segundo set começou com domínio dos sacadores até que Djokovic conseguisse quebrar no sétimo game. No entanto, quando parecia perto da vitória, o sérvio fez duas duplas faltas e permitiu a igualdade. Já com o placar empatado por 5/5, foi Basic quem deu pontos de graça. Primeiro, o bósnio errou ao parar um ponto para desafiar a marcação de uma bola que era boa, logo depois jogou fora um forehand com a quadra aberta. Sacando para o jogo, Djokovic voltou a ser irregular e dar pontos de graça, mas o sérvio contou com duas duplas faltas e mais erros do bósnio para vencer o tiebreak com tranquilidade.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis