Notícias | Dia a dia
'Só o talento não vence partidas', afirma Dimitrov
06/08/2018 às 13h11

Dimitrov sabe que trabalho é fundamental para o sucesso

Foto: ATP

Toronto (Canadá) - De volta ao top 5 nesta segunda-feira, ocupando a quinta colocação no ranking da ATP, o búlgaro Grigor Dimitrov se prepara para a disputa de seu primeiro torneio desde a eliminação prematura em Wimbledon, onde não passou da estreia, caindo diante do suíço Stan Wawrinka. Seu próximo compromisso será no Masters 1000 de Toronto.

Considerado um dos jogadores mais talentosos de sua geração, ele garantiu que apenas isso não é garantia alguma de sucesso no circuito. “Acho que o talento te ajuda a vencer partidas de vez em quando, mas é uma coisa bem diferente. Quando você tem um arsenal muito vasto, fica difícil escolher a melhor opção”, avaliou o búlgaro.

“Para ser honesto, nunca me vi exatamente nessa posição. Sim, talvez eu seja talentoso, mas o talento não te faz vencer partidas. Pode até ajudar, mas não dá para vencer só com ele. Se você quer vencer um Grand Slam ou ser número 1 do mundo há muitas outras coisas mais que precisa fazer”, complementou o cabeça de chave 5 no Masters 1000 canadense.

Dimitrov sai adiantado na chave de Toronto por ser um dos oito mais bem cotados e espera pelo vencedor do duelo entre o espanhol Fernando Verdasco e o alemão Peter Gojowczyk. Ao lembrar seu último resultado no circuito, ele lamentou a queda prematura no All England Club, mas preferiu adotar uma abordagem mais otimista.

“Gosto sempre de ver o lado positivo. Sei que perder na primeira rodada de Wimbledon é duro, mas tentei tirar algo de positivo dessa situação negativa e isso é uma das coisas mais difíceis no tênis. Estou focado num panorama mais geral e tento sempre melhorar”, finalizou o búlgaro de 27 anos.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis