Notícias | Dia a dia
Zverev é bicampeão nos EUA e fatura seu 9º ATP
05/08/2018 às 17h25

Título faz com que Zverev permaneça a terceira posição do ranking

Foto: Divulgação

Washington (EUA) - Em duelo da nova geração do circuito na final do ATP 500 de Washington, Alexander Zverev voltou a confirmar sua superioridade contra os adversários de mesma faixa etária. Número 3 do mundo, o alemão de 21 anos dominou a partida contra o australiano de 19 anos Alex de Minaur, 72º colocado, ao marcar as parciais de 6/2 e 6/4 em 1h14 de partida.

Este já é o nono título de ATP na carreira de Zverev e o terceiro na temporada. Em 2018, ele já havia vencido o Masters 1000 de Madri e o ATP 250 de Munique no saibro. O jovem jogador alemão disputou neste domingo a 14ª final de sua carreira e a quinta só deste ano.

O título também serviu para que Zverev sustentasse a terceira posição no ranking mundial. Ele tinha a posição ameaçada por Juan Martin del Potro nesta semana e continuará sendo perseguido pelo argentino na próxima semana, já que o alemão defende mil pontos o título do Masters do Canadá, em Toronto.

Por sua vez, De Minaur segue em busca de seu primeiro título de ATP. Ele disputou sua segunda decisão na carreira, repetindo a campanha que fez em Sydney na segunda semana da temporada. Como prêmio de consolação, o jovem australiano debutará no top 50 a partir da próxima segunda-feira.

Zverev já começou o jogo com uma quebra acima. O alemão proveitou o fato de De Minaur só colocar três primeiros saques em quadra nos oito pontos disputados no primeiro game e fez boas devoluções. Dois games mais tarde, a vantagem ficou ainda maior. Com um jogo bem seguro bem seguro do fundo de quadra, o número 3 do mundo só precisou esperar pelos erros do adversário para liderar por 4/0. No saque, Zverev foi muito eficiente e perdeu apenas cinco pontos no set inicial.

A parcial seguinte começou com De Minaur jogando um pouco mais solto e entrando mais na quadra para tentar a definição dos pontos. A estratégia mais agressiva do australiano pouco mudou a dinâmica da partida. Zverev quebrou logo no terceiro game e ainda teve chances de aumentar a vantagem quando já liderava por 4/2, mas De Minaur conseguiu se salvar. Pouco depois, o australiano ainda escapou de dois match points em seu saque. Entretanto, o alemão seguia sem enfrentar break points e manteve o saque até o momento de fechar o jogo.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis