Notícias | Dia a dia
De Minaur salva 4 match-points e decide nos EUA
04/08/2018 às 23h04

De Minaur mostra incrível poder de defesa e contragolpe

Foto: ATP

Washington (EUA) - O garoto australiano Alex de Minaur, de 19 anos, conseguiu uma reação espetacular para atingir a segunda final de nível ATP de sua curta carreira. O pupilo de Lleyton Hewitt salvou quatro match-points seguidos, quando perdia por 2-6 no tiebreak do segundo set, e eliminou o russo Andrey Rublev, 16 meses mais velho, por 5/7, 7/6 (8-6) e 6/4.

Na surpreendente campanha em Washington, De Minaur eliminou os cabeça Steve Johnson e Heyon Chung, poupando-se nas quartas ao ver o abandono de Andy Murray. Em janeiro, com semi em Brisbane e final em Sydney, se tornou o mais jovem tenista desde Rafael Nadal em 2005 a atingir duas semis consecutivas de nível ATP, aos 18 anos.

Atual 72º, o australiano já se garantiu no 45º posto, superando com folga seu recorde anterior, que era o 68º em julho. Em caso de título diante do atual campeão Alexander Zverev, subirá para 33º. Ele jamais enfrentou o alemão. A final acontecerá às 16h deste domingo.

O duelo de 2h51 contra Rublev foi um espetáculo de empenho e força de ambos os jogadores, que não pouparam braço para disparar golpes incríveis e tiveram de usar muita perna para contragolpear. O russo conseguiu ser um pouco mais consistente nos dois primeiros sets, principalmente em pontos importantes, ainda que tenha sido atacado quase sempre quando precisou do segundo serviço.

De Minaur esteve perto da quebra tanto no quinto como no sétimo game do primeiro set, mas não aproveitou os quatro break-points que somou. Rublev também teve uma chance no sexto game até que conseguiu tirar o serviço com facilidade no 12º game, único momento instável do australiano no set.

A história se repetiu na outra série, com oportunidades para os dois lados e muita valentia dos jogadores na hora da pressão. O tiebreak foi incrível: Rublev atacou e abriu 6-2, perdeu quatro match-points, dois com serviço a favor, e o poder defensivo do adversário o levou a cometer erros fatais.

Emoções e grandes lances não faltaram no terceiro set. Rublev quebrou e fez 2/1, mas não sustentou e viu De Minaur virar para 4/2. A intensidade jamais diminuiu. O russo lutou e empatou, salvou três match-points num tenso 10º game até cometer a dupla falta definitiva.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis