Notícias | Dia a dia
Melo e Soares são cabeças em Toronto, Djokovic joga
04/08/2018 às 15h21

Bruno Soares tem dois títulos de duplas no Canadá, conquistados em 2013 e 2014

Foto: Arquivo

Toronto (Canadá) - Únicos brasileiros na disputa de duplas do Masters 1000 de Toronto, Marcelo Melo e Bruno Soares ficam em lados opostos da chave e só podem se encontrar em uma possível final, o que já aconteceu em 2014. Ao lado de seus respectivos parceiros estrangeiros, os mineiros foram designados como cabeças 5 e 6 do torneio canadense e entram diretamente nas oitavas.

O Brasil tem bom histórico recente no Masters canadense. Soares foi bicampeão ao lado do austríaco Alexander Peya em 2013 e 2014, enquanto Melo e o croata Ivan Dodig venceram a edição de 2016.

Melo e o austríaco Lukasz Kubot podem estrear contra o sul-africano Raven Klaasen e o neozelandês Michael Venus ou enfrentar a parceria do sul-coreano Hyeon Chung e o norte-americano Steve Johnson. Os cabeças de chave mais próximos são os norte-americanos Mike Bryan e Jack Sock, campeões de Wimbledon.

Ainda na parte de cima da chave, estão os atuais líderes do ranking Oliver Marach e Mate Pavic, além da experiente parceria do holandês Jean-Julien Rojer com o romeno Horia Tecau, que está voltando ao circuito, recuperado de lesão no pé direito que o deixou afastado das quadras desde março.

Já Bruno Soares e o britânico Jamie Murray esperam pelo jogo de Nikola Mektic e Alexander Peya contra Ivan Dodig e Nick Kyrgios. Os cabeças de chave mais próximo são os franceses Nicolas Mahut e Pierre-Hugues Herbert, campeões de Roland Garros.

No mesmo quadrante está a inusitada parceria de Novak Djokovic e Kevin Anderson, finalistas de simples em Wimbledon. Eles estreiam contra os jovens canadenses Felix Auger-Aliassime e Denis Shapovalov. O finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers são cabeças 2 e podem enfrentar os colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal nas quartas.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis