Notícias | Dia a dia
Zverev elimina Nishikori e joga sua 7ª semi do ano
03/08/2018 às 21h43

Com apenas 21 anos, Zverev tenta alcançar sua 14ª final de ATP

Foto: Divulgação

Washington (EUA) - Atual campeão do ATP 500 de Washington e principal cabeça de chave, Alexander Zverev garantiu vaga na semifinal do torneio na capital norte-americana. O número 3 do mundo venceu o japonês Kei Nishikori, vigésimo colocado, por 3/6, 6/1 e 6/4 nesta sexta-feira.

Esta será a sétima semifinal para Zverev na temporada. Ele foi campeão no saibro de Munique e Madri, ficou com o vice em Roma e Miami e parou na penúltima rodada em Acapulco e Monte Carlo. Dono de oito títulos de ATP, o alemão de 21 anos busca sua 14ª final na elite do circuito.

Zverev terá um duelo da nova geração contra o grego de 19 anos e 32º do ranking Stefanos Tsitsipas. Os dois jamais se enfrentaram. Como o australiano de 19 Alex de Minaur também já está na semifinal e o russo de 20 anos Andrey Rublev ainda disputa as quartas, há chances de os jovens dominarem as fases finais do torneio.

Ainda que Zverev tenha confirmado três games de serviço sem perder pontos durante o primeiro set, Nishikori foi muito eficiente na única chance que teve. O japonês só precisou fazer quatro pontos no saque do alemão para conseguir a única quebra da parcial e salvou os dois break points que enfrentou quando sacava para fechar. Ao fim do set, cada jogador havia feito apenas cinco winners.

O segundo set foi amplamente dominado por Zverev, que disparou seis aces, cedeu apenas três pontos nos games de saque e conseguiu duas quebras. Já na parcial decisiva, o alemão liderava por 3/2 com uma quebra de vantagem quando começou a chover forte, causando uma interrupção de duas horas e meia na partida.

Na volta, Zverev confirmou o saque e quebrou novamente o serviço de Nishikori para liderar por 5/2. O japonês até esboçou uma reação ao vencer oito pontos seguidos, mas não conseguiu devolver a segunda quebra. Zverev liderou a contagem de winners por 18 a 13 e cometeu 22 erros não-forçados contra 30 do rival japonês.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis