Notícias | Dia a dia
Murray também não joga as quartas em Washington
03/08/2018 às 19h35

Murray fez três jogos muito longos durante a semana em Washington

Foto: Divulgação

Washington (EUA) - Pouco depois de abrir mão do convite que teria para o Masters 1000 de Toronto, que acontece na semana que vem, Andy Murray decidiu também que não irá continuar na disputa do ATP 500 de Washington. O britânico jogaria as quartas de final nesta sexta-feira contra o australiano Alex de Minaur, jovem de 19 anos e 72º do ranking.

"Joguei algumas partidas nesta semana em Washington e preciso ser inteligente com o meu descanso e recuperação já que estou voltando de uma lesão", disse Murray, por meio de um comunicado.

"Não tenho condições de disputar meu jogo hoje à noite. Estou exausto depois de jogar demais nos últimos quatro dias, ainda mais depois de ficar dezoito meses sem jogar em quadras duras", explica o britânico, que disputou em Washington apenas seu terceiro torneio na temporada depois de ficar onze meses parado por lesão e cirurgia no quadril.

Murray fez três jogos muito longos em Washington. Ele estreou vencendo o jovem norte-americano Mackenzie McDonald em partida de 2h37 na última segunda-feira. Dois dias depois, o ex-número 1 do mundo venceu um duelo britânico contra o 18º colocado Kyle Edmund em 2h32. Já na madrugada desta sexta-feira, Murray lutou por 3h02 e venceu o romeno Marius Copil em partida que terminou além das 3h da manhã (horário local).

Depois de entrar em Washington como 832º do mundo e apenas 20 pontos no ranking, Murray receberá outros 90 pontos por suas três vitórias conquistadas e terá um total de 110 na próxima segunda-feira. Com isso, ele dará um salto e voltará ao grupo dos 400 melhores do mundo. Como não jogará no Canadá, o próximo compromisso de Murray será o Masters 1000 de Cincinnati, a partir do dia 13 de agosto.

"Eu tenho que tomar cuidado e ouvir o meu corpo já que estou voltando de uma lesão grave. É uma pena que eu não possa jogar e gostaria de agradecer ao torneio e aos fãs. Posso tirar muitas coisas positivas desta semana e ter algum tempo para descansar e me recuperar. Eu também não vou jogar em Toronto na semana que vem e quero chegar cedo a Cincinnati para me preparar", acrescentou o jogador de 31 anos.

Beneficiado pela desistência de Murray, De Minaur disputará sua terceira semifinal de ATP na carreira. As duas anteriores aconteceram nas duas primeiras semanas da temporada, em Brisbane e Sydney. No segundo torneio, aliás, o jovem australiano conseguiu ser finalista. Ele ainda sonha com seu primeiro título na elite do circuito.

A campanha até a semifinal rende 180 pontos no ranking a De Minaur, que tinha 60 a defender nesta semana. O australiano irá superar seu recorde pessoal no ranking, que era o 68º lugar e deve se aproximar do top 50. Seu adversário na semi virá da partida entre o russo Andrey Rublev e o norte-americano Denis Kudla.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis