Notícias | Dia a dia
Tiriac volta a defender prêmio menor ao feminino
03/08/2018 às 11h09

Tiriac acha injusta premiação igualitária

Foto: Arquivo

Madri (Espanha) - Ex-top 10 do mundo, o romeno Iom Tiriac voltou a se posicionar contra a igualdade de premiação entre homens e mulheres. Em entrevista ao jornal espanhol El Mundo, o principal mandatário do Masters 1000 e do Premier de Madri reforçou achar injusto que os prêmios no masculino e no feminino sejam iguais.

"Uma mulher que trabalha no mundo da moda ganha muito mais dinheiro do que um homem, mas no tênis as coisas não são as mesmas. O impacto econômico que o circuito feminino tem no mundo é muito inferior ao masculino. Já pedimos várias vezes à WTA que os ganhos sejam mais racionais e os prêmios mais balanceados", comentou o romeno.

Tiriac também falou sobre a possível mudança de local do torneio, estudando levá-lo para Berlim ou Munique, mesmo que em Madri ele conte com o espanhol Rafael Nadal como ídolo local e grande estrela da competição. "Eu não falei com ele e não acredito que ele possa entender uma saída do torneio da Espanha.

"Respeito muito Rafa, que mesmo depois de tudo que venceu continua sendo modesto e mantém os pés no chão. Roger Federer é mais talentoso do que ele, mas a personalidade e o físico do espanhol são melhores. Você não compra um Nadal no supermercado, ele é um esportista que nasceu no lugar certo e na hora certa", finalizou o romeno.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis