Notícias | Dia a dia
De novo em 3 sets, Murray derruba o top 20 Edmund
01/08/2018 às 20h35

Este é o primeiro torneio que Murray consegue vencer duas seguidas

Foto: Divulgação

Washington (EUA) - Apenas dois dias depois de vencer uma estreia duríssima no ATP 500 de Washington, Andy Murray conseguiu uma vitória ainda mais expressiva. O ex-número 1 do mundo novamente precisou de três sets e lutou por 2h32 para vencer o duelo britânico contra Kyle Edmund, 18º do ranking e cabeça 4 do torneio, por 7/6 (7-4), 1/6 e 6/4.

Esta foi apenas a terceira vitória na temporada para Murray, que disputou nesta quarta-feira seu quinto jogo no ano. Ele não vencia duas seguidas no mesmo torneio desde a campanha até as quartas de final de Wimbledon no ano passado, seu último torneio antes da pausa de onze meses na carreira por lesão e cirurgia no quadril.

Depois de começar o torneio como 832º do mundo e com apenas 20 pontos no ranking, Murray já garantiu outros 45 pontos pela chegada às oitavas. Isso faz com que ele salte para o 515º lugar da lista. Caso chegue às quartas de final, o britânico receberá 90 pontos e ficará com 110 no total, pontuação que o recoloca no grupo dos 400 melhores do mundo.

Murray enfrenta nas oitavas o romeno Marius Copil, jogador de 27 anos e 93º colocado, que venceu o francês Jeremy Chardy por duplo 6/4. O britânico levou a melhor no único duelo anterior, disputado no saibro de Madri no ano passado.

Ainda que Murray estivesse irregular com seu saque durante o set inicial, em que cometeu três duplas faltas e saiu duas vezes de 0-30, ele conseguiu confirmar seus cinco primeiros games sem ser ameaçado. O ex-número 1 teve a chance de fechar o set quando já vencia por 5/4, mas Edmund salvou o set point mesmo precisando do segundo saque.

O jovem de 23 anos ganhou confiança e quebrou o saque do experiente compatriota, mas não aproveitou a chance de sacar para o set. Antes do tiebreak, os britânicos estavam rigorosamente empatados com 38 pontos para cada lado. Edmund começou à frente no game-desempate, mas permitiu a igualdade após um erro não-forçado. Murray reagiu com dois aces seguidos e depois contou com um forehand para fora do rival para chegar ao segundo set point. A parcial foi definida com um winner de devolução na paralela.

Ainda que Edmund tenha liderado a contagem de winners por 20 a 11 durante o set inicial, pesou a diferença na contagem de erros não-forçados, 22 a 15 para o britânico mais jovem. Entretanto o top 20 conseguiu manter o jogo agressivo no segundo set, mas ser mais seguro do fundo de quadra.

Num momento em que Murray colocou apenas 47% de primeiros serviços em quadra, Edmund explorou o segundo saque do adversário para conseguir duas quebras seguidas ao mesmo tempo em que perdeu apenas três pontos em seus três primeiros games de serviço. Sacando para fechar, evitou a quebra uma vez e precisou de seis set points para empatar a partida.

Com seu melhor índice de acerto de saque na partida, na casa de 71%, Murray ficou menos vulnerável na parcial decisiva e sequer enfrentou break points em seus cinco primeiros games de serviço. Quando vencia por 4/3, o ex-número 1 do mundo desperdiçou duas chances de quebrar o saque do jovem compatriota. Porém, dois games mais tarde, Murray contou com um erro bobo e uma dupla falta do compatriota para chegar ao match point. Tal como no set inicial um winner de devolução sacramentou a importante vitória de Sir Andy Murray.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis