Notícias | Dia a dia
Murray luta e consegue a virada em Washington
31/07/2018 às 01h50

Murray reencontra o britânico Kyle Edmund na segunda rodada

Foto: Divulgação

Washington (EUA) - Em seu quarto jogo na temporada e apenas o primeiro em quadras duras, Andy Murray estreou com vitória no ATP 500 de Washington. Era natural que o britânico não ainda conseguisse jogar o tênis que o levou a ser número 1 do mundo, mas ele compensou a falta de ritmo com muita luta e buscou a virada sobre o norte-americano de 23 anos e 80º do ranking Mackenzie McDonald por 3/6, 6/4 e 7/5 em 2h37 de partida.

Esta é apenas a segunda vitória na temporada para Murray, que havia vencido um jogo contra Stan Wawrinka na grama de Easbtourne. O britânico ficou praticamente um ano longe do circuito por conta de lesão e cirurgia no quadril e voltou às quadras durante os torneios na grama, mas não se sentia fisicamente apto para disputar partidas em melhor de cinco sets e não jogou em Wimbledon. Até por isso, caiu muito no ranking e aparece atualmente no 832º lugar com apenas 20 pontos.

Sem resultados a defender até o final do ano, Murray recebe outros 20 pontos no ranking por ter avançado uma rodada na capital norte-americana. O britânico agora enfrentará o compatriota Kyle Edmund, quarto favorito no torneio e número 18 do ranking aos 23 anos. O histórico é favorável ao ex-número 1, que venceu dois dos três duelos anteriores entre eles.

Os dois primeiros games pareciam animadores para Murray, que foi o primeiro a quebrar na partida, mas o britânico acabou perdendo o saque após duas duplas faltas seguidas. Com nítida falta de ritmo, Murray tentava compensar com o bom posicionamento as dificuldades em sua movimentação. Além disso, o baixo índice de acerto de saque possibilitava um jogo bastante agressivo do rival. O ex-número 1 colocou apenas 48% de primeiros serviços em quadra e sofreu com as devoluções do anfitrião. McDonald venceu quatro games seguidos para liderar por 4/2, não teve o serviço ameaçado até o fim do set e ainda voltaria a quebrar no nono game.

Uma quebra a favor de Murray na abertura do segundo set pouco mudou o panorama da partida, já que McDonald buscou a igualdade logo na sequência. O número 80 do mundo poderia ficar muito perto da vitória se tivesse aproveitado o break point que teve quando o set estava empatado por 3/3. A oportunidade perdida custou caro ao jovem norte-americano, que teria o saque quebrado logo na sequência.

O game de abertura da parcial decisiva foi muito longo e Murray buscou a quebra apenas na quinta oportunidade que teve. Mesmo com muita dificuldade para colocar o primeiro saque em quadra, o britânico conseguia vencer seus games de serviço sem ser ameaçado. A afobação de McDonald, que tentava encurtar os pontos sempre que possível e cometia muitos erros não-forçados, também ajudava o ex-líder do ranking.

Murray sofreu no momento de sacar para o jogo, teve cinco match points, mas não aproveitou as oportunidades e teve o saque quebrado. Para piorar, o britânico ainda sentiu um incômodo na parte posterior da coxa. A sorte sorriu para o ex-líder do ranking quando o jovem norte-americano perdeu um ponto bobo por invadir o lado britânico da quadra e teve o serviço quebrado. Sacando de novo para fechar, Murray lutou mais um pouco e só consolidou a vitória no sétimo match point.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis