Notícias | Dia a dia
Em má fase, Bellucci corre o risco de deixar o top 300
30/07/2018 às 08h59

Bellucci tem 21 vitórias e 18 derrotas no ano

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Vivendo talvez sua pior fase no circuito, o paulista Thomaz Bellucci não tem conseguido resultados mesmo nos torneios challengers e por causa disso vai perdendo cada vez mais terreno no ranking. Nesta semana, ele defende 45 pontos e por isso precisa vencer pelo menos um jogo no challenger de Sopot para não sair do top 300 da ATP.

Se não conseguir uma vitória sequer no saibro polonês, o canhoto de Tietê vai cair pelo menos 35 lugares e irá para o 302º posto. Nesta segunda-feira, ele sofreu uma pequena queda de uma posição e atualmente aparece como o 267º do mundo.

Neste ano, Bellucci saiu do top 200 pela primeira vez de 2007, ano em que deu sua primeira arrancada saindo da 582ª colocação no começo daquele ano para a 202ª no fim da temporada. A última vez que ele não esteve entre os 300 melhores da ATP foi na lista de 15 de julho de 2007.

Seu primeiro oponente no challenger de Sopot será o italiano Gianluca Mager, de 23 anos e atual 330 do mundo, em duelo inédito. Bellucci já perdeu uma vez nesta temporada para um rival com ranking inferior ao que terá pela frente em seu próximo duelo, superado pelo australiano Alexei Popyrin, de 18 anos, no quali do challenger de Milão.

Bellucci já disputou 18 torneios em 2018 e ainda não conseguiu passar das quartas de final. Sua melhor sequência da temporada é de quatro vitórias, algo que conseguiu no challenger de Marburg, onde venceu três no quali e uma na chave principal, caindo depois na segunda rodada.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis