Notícias | Dia a dia
Jovem italiano comemora dobradinha em Gstaad
29/07/2018 às 17h49

Berrettini levantou em Gstaad seu primeiro troféu

Foto: ATP

Gstaad (Suíça) - O italiano Matteo Berrettini não podia debutar na lista de campeões de ATP em melhor estilo. Depois de levantar sua primeira taça no circuito ao bater o espanhol Roberto Bautista, ele voltou à quadra central do ATP 250 de Gstaad para levar também o título de duplas. Ele e o compatriota Daniele Bracciali bateram o ucraniano Denys Molchanov e o eslovaco Igor Zelenay em dois tiebreaks, com 7/6 (7-2) e 7/6 (7-5).

Curiosamente, antes de inicia suas campanhas no saibro suíço nesta semana, o italiano de 22 anos e atual 84 do mundo sequer havia alcançado as quartas de final de um ATP e logo na primeira vez que venceu duas seguidas neste nível tratou de não parar mais e acabou com o título. Ele venceu os 49 games de serviço que disputou, batendo rivais do porte de Andrey Rublev e Feliciano Lopez, além de Bautista na final.

"Quero dar os parabéns a Matteo, que jogou muito bem durante toda a semana e que deverá ter um grande futuro pela frente. Ele mereceu ficar com a vitória hoje. Sempre gosto de jogar em Gstaad, que é um torneio muito bonito e no qual eu pretendo estar de volta na próxima temporada", comentou o espanhol cabeça de chave número 2 e vice-campeão deste ano.

Berrettini comemorou bastante sua primeira conquista e destacou a dificuldade que teve na final com Bautista. "Foi realmente o jogo muito duro, do começo ao fim. Estava complicado para conseguir uma quebra no primeiro set, mas consegui sacar bem e fiz um incrível tiebreak. Se não tivesse vencido o desempate o jogo seria muito mais duro. No segundo set eu tentei apenas manter o foco", finalizou o italiano.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis