Notícias | Dia a dia
'Jovens nos substituirão em pouco tempo', diz Nadal
28/07/2018 às 09h58

Nadal diz que atual geração deu poucas brechas até agora

Foto: Arquivo

Madri (Espanha) - Atual número 1 do mundo, o espanhol Rafael Nadal é um dos trintões que seguem dominando o circuito na atualidade. Embora ele e nomes como o do suíço Roger Federer, do sérvio Novak Djokovic e do britânico Andy Murray tenham dado pouca margem para que novos nomes se consolidassem no topo do ranking, o canhoto de Mallorca acredita que isso mudará em breve.

"Jovens como (Alexander) Zverev e (Denis) Shapovalov estão vindo e não dá para nomear todos. Logo eles estarão no topo do ranking, acho que são especiais e nos substituirão em pouco tempo. Seja porque serão melhores do que nós, seja porque vamos baixar de nível", afirmou o espanhol em entrevista para o site da ATP.

"Não vejo que os jovens que vêm abaixo custando para chegar, mas sim nós que estamos em cima e jogando em um grande nível por muitos anos. É uma circunstância bastante excepcional que nunca havia acontecido na história, com uma série de jogadores dominando o circuito por tanto tempo", complementou o dono de 17 títulos de Grand Slam.

Para o líder do ranking é normal que caras como ele, Federer, Djokovic e Murray percam rendimento e sejam substituídos pelos novos nomes. "Essa é a lógica, pois nós já passamos dos 30 anos. De qualquer forma, é um orgulho estar entre esses quatro tenistas", destacou Nadal.

Outro assunto abordado pelo canhoto de Mallorca foi o desenvolvimento do jovem compatriota Jaume Munar, de 21 anos, que foi treinar em sua academia e entrou pela primeira vez entre os 100 do mundo. "Ele já deu um grande passo nos últimos meses e é uma grande satisfação poder ver como estamos podendo ajudar um jogador espanhol", finalizou Nadal.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis