Notícias | Dia a dia
Monteiro bate top 40 Verdasco em grande virada
25/07/2018 às 08h49

Monteiro venceu segunda seguida contra top 50

Foto: Fotojump

Hamburgo (Alemanha) - Um dia após eliminar o francês Gilles Simon, atual 39º do mundo, o cearense Thiago Monteiro conquistou mais uma grande vitória. Nesta quarta-feira, ele teve pela frente o espanhol Fernando Verdasco, 33º do mundo e cabeça de chave 8 no ATP 500 de Hamburgo, e mais uma vez saiu de quadra com o resultado positivo, anotando virada de 3/6, 6/3 e 7/5.

Esta foi a sétima vitória contra um top 50 do cearense, que com o resultado no saibro alemão vai dar um belo salto de quase 30 colocações no ranking, se aproximando dos 120 primeiros. Nas quartas de final, Monteiro terá pela frente o vencedor da partida entre o convidado da casa Rudolf Molleker e o eslovaco Jozef Kovalik, garantindo a volta ao top 100 com um novo triunfo.

No duelo de canhotos, Monteiro colocou menos primeiras bolas em quadra do que Verdasco (62% a 74%) mas deu o troco no aproveitamento com o primeiro serviço, vencendo 70% dos pontos enquanto o rival espanhol ficou logo atrás com 69%. A diferença veio mesmo com o segundo saque, em que o cearense foi bem superior (68% a 30%).

O primeiro set da partida acabou nas mãos de Verdasco, que foi superior e não deixou brechas para o brasileiro. O madrilenho anotou a primeira quebra do confronto já no quarto game e por pouco não repetiu a dose no sexto, quando desperdiçou mais três break-points. Do outro lado, Monteiro não conseguiu ameaçar o saque do rival e acabou superado.

Mas o cearense não se abateu com o resultado negativo e seguiu lutando. O começo da segunda parcial lhe foi bastante favorável, uma vez que conseguiu abrir 3/0 logo de cara. Desta vez foi Verdasco que não teve chances de quebra, salvou mais três breaks no sexto game e perdeu o saque novamente no oitavo para ver o jogo empatar.

A definição foi para o terceiro set, em que Monteiro abriu novamente 3/0 de vantagem na largada. Só que desta vez o espanhol reagiu e chegou a deixar tudo igual em 4/4. A quebra que sacramentou a vitória brasileira veio só no final, quando Verdasco sacava em 5/6, foi mal no game, encarou um 0-40 e até salvou o primeiro match-point contra, mas não escapou do segundo e caiu.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis