Notícias | Dia a dia
Federer mantém mistério sobre ida a Toronto
20/07/2018 às 10h55

Federer foi à praia em Ibiza após Wimbledon

Foto: Arquivo

Lausanne (Suíça) - Depois de passar alguns dias de férias com a família em Ibiza, o suíço Roger Federer voltou aos treinamentos para adaptação às quadras sintéticas, mas ainda não anunciou se realmente disputará o Masters 1000 de Toronto, que começa dentro de 17 dias.

Federer recebeu críticas pela longa parada que fez entre a queda na estreia de Miami, no final de março, e a série de torneios na grama, após Roland Garros. A estratégia adotada em 2017 não resultou em grande campanha, tendo perdido o título em Halle e caído nas quartas de Wimbledon.

No ano passado, Federer foi a Montréal e ficou com o vice, mas isso lhe custou contusão no ombro que o tirou de Cincinnati - um torneio bem mais indicado para seu estilo - e atrapalhou a preparação para o US Open, onde viria a perder nas quaras para Juan Martin del Potro.

Como a quadra de Toronto é um pouco mais veloz do que Montréla, geralmente um piso muito lento, há expectativa de se ver o suíço por lá. Federer jamais conquistou Montréal na carreira, mas tem dois troféus em Toronto, em 2004 e 2006.

Com participação certa apenas em Cincinnati e US Open, Federer esticará sua presenã nos EUA para a disputar da Laver Cup em Chicago. Aí deverá descansar até Xangai, entre 8 a 14 de outubro, um ATP de quadra rápida, e jogará em seguida na Basileia, devendo novamente saltar o Masters de Paris para chegar em boas condições no Finals de Londres.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis