Notícias | Dia a dia
Reis faz quartas na Estônia, Feijão e Orlando vencem
18/07/2018 às 15h20

Reis está próximo de seu melhor ranking tenta alcançar a segunda semi do ano

Foto: Arquivo

Parnu (Estônia) - O pernambucano João Lucas Reis garantiu vaga nas quartas de final do future de US$ 15 mil no saibro de Parnu, na Estônia. Nesta quarta-feira, Reis derrotou o holandês Marc Dijkhuizen por 6/2 e 7/5.

Reis aparece nesta semana no 658º lugar do ranking, apenas três posições abaixo da melhor marca da carreira, alcançada em maio. O pernambucano de 18 anos enfrenta nas quartas o letão Martins Podzus, que derrotou o gaúcho Eduardo Dischinger por 6/4 e 7/6 (8-6).

Na temporada, Reis já venceu doze jogos de future. Destaque para o primeiro título de sua carreira profissional, conquistado há dois meses, em Curitiba. Como juvenil, disputou três Grand Slam e chegou às oitavas em Roland Garros.

Feijão, Orlandinho e Felipe Alves avançam - O gaúcho Orlando Luz e os paulistas João Souza, o Feijão, e Felipe Meligeni Alves venceram seus jogos de estreia no future de US$ 25 mil no saibro alemão de Kassel. Quarto favorito, Feijão derrotou o espanhol David Vega Hernandez por 6/3 e 7/5, enquanto Felipe Alves marcou as parciais de 6/3 e 6/4 contra o russo vindo do quali Philip Davydenko. Já Orlandinho virou contra o alemão Tim Seibert por 4/6, 6/1 e 6/3.

O adversário de Feijão nas oitavas será o lucky loser argentino Alejo Vilaro, Alves joga contra o cabeça 6 romeno Dragos Dima, enquanto Orlando encara o cabeça 5 espanhol Guillermo Olasso. Outro brasileiro nas oitavas é o paulista Bruno Sant'Anna, que enfrenta o convidado local Kai Wehnelt. Ainda nesta quarta-feira, o paulista Marcelo Zormann perdeu por duplo 6/4 para o cabeça 8 local Elmar Ejupovic.

Décamps cai nas oitavas - Único brasileiro na disputa do future de 15 mil no saibro de Knokke, na Bélgica, o paulista de 18 anos Gabriel Décamps foi eliminado nas oitavas de final. Vindo do quali, Décamps chegou a vencer um jogo na chave principal antes de ser superado pelo anfitrião Michael Geerts por 6/3 e 6/0.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis