Notícias | Dia a dia
E-mail não visto custou Wimbledon a americano
18/07/2018 às 11h27

Smyczek perdeu a inscrição para o quali de Wimbledon

Foto: Divulgação

Winnetka (EUA) - Atual 123 do mundo, o norte-americano Tim Smyczek estava disputando o challenger de Winnetka na semana passada, mas isso porque ficou de fora de Wimbledon. O motivo para sua ausência na grama do All England Club não foi uma lesão ou ranking insuficiente, mas sim um descuido na hora da inscrição.

Podendo tentar a vaga no tradicional Grand Slam britânico através do qualificatório, ele perdeu a chance de entrar no quali porque não tinha lido até o fim um e-mail semanal dos prazos de entrada no torneio enviados pelo seu agente. "Tenho certeza que é a primeira vez que isso acontece comigo", disse Smyczek, em entrevista ao New York Times.

"É uma lição difícil de aprender", completou o norte-americano de 30 anos. Smyczek soube do acidente de Wimbledon quando estava no aeroporto, a caminho da Holanda, para o primeiro de dois eventos de aquecimento programados em Wimbledon. Ele estava falando com seu treinador, Dustin Taylor, quando este notou que a lista do quali acabara de chegar em seu telefone.

"Como treinador, você nunca quer dar essa notícia a um jogador. Você nunca quer falar para um atleta que ele vai perder um Slam, muito menos Wimbledon", contou o treinador, que depois de localizar com sucesso outros dois jogadores que treina, os norte-americanos Mitchell Krueger e Denis Kudla, não achou Smyczek na lista.

Smyczek cogitou abandonar a turnê europeia em meio à decepção de perder a oportunidade de jogar em Wimbledon, mas se manteve firme e jogou os qualis de s-Hertogenbosch e Queen’s. Para piorar ele também perderá o quali do US Open, mas desta vez por um motivo muito mais nobre: sua esposa está grávida e dará a luz nesta época.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis