Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Serena busca a virada e alcança a 35ª semi de Slam
10/07/2018 às 12h48

Serena cola no top 50 e pode alcançar sua décima final de Wimbledon

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Cada vez mais confiante em quadra, Serena Williams assegurou um lugar na semifinal de Wimbledon. Heptacampeã do torneio, a ex-número 1 do mundo foi exigida pela italiana Camila Giorgi, mas buscou a virada contra a 52ª do ranking com parciais de 3/6, 6/3 e 6/4 em 1h42 de partida.

Será a 35ª semifinal de Grand Slam na carreira de Serena Williams, sendo a 11ª em Wimbledon. Em busca de sua 30ª final de Slam como profissional e a décima na grama do All England Club, Serena enfrenta a alemã Julia Goerges, 13ª do ranking, que alcançou sua primeira semi de Slam ao vencer a holandesa Kiki Bertens por 3/6, 7/5 e 6/1. A norte-americana tem 3 a 0 no retrospecto contra Goerges.

Depois de iniciar o torneio no 181º lugar do ranking, Serena dará um salto na classificação com os 780 pontos já garantidos e se aproxima do top 50. Se for finalista, a ex-número 1 receberá 1.300 pontos e voltará ao top 30, enquanto um possível título ao grupo das vinte melhores do mundo. Este é apenas o quarto torneio que ela disputa desde que se tornou mãe, em setembro do ano passado.

Por mais que Serena tenha sido consistente no set inicial, ao perder apenas quatro pontos em seu saque e cometer somente dois erros não-forçados, a intensidade de jogo imposta por Giorgi fez a diferença. A italiana jogou um tênis muito agressivo, equilibrando as ações na potência dos golpes com Serena, e se saiu muito bem nas cinco vezes que teve o saque ameaçado. Bastou aproveitar um game de serviço ruim da heptacampeã para conquistar a única quebra da parcial.

Serena começou o segundo set com um pouco de dificuldade para confirmar o saque, mas sem enfrentar break points. Por outro lado, Giorgi não repetia mesma intensidade da parcial anterior e ficava com o saque mais vulnerável. Com boas devoluções de backhand na paralela, Serena mandava nos pontos e conseguiu sua primeira quebra no jogo. Bastou seguir mantendo o saque para forçar o terceiro set.

A parcial decisiva foi a melhor para Serena, que já largou com uma quebra ainda no início. Seis de seus sete aces foram conquistados no último set. A ex-número 1 colocou 84% de primeiros serviços em quadra e só perdeu três pontos em seu saque durante o set para não dar mais chances à adversária. Serena liderou a contagem de winners por 24 a 20, cometeu apenas nove erros não-forçados contra 14 da italiana

Comentários