Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Djokovic vai às quartas e atinge feito de Connors
09/07/2018 às 16h50

Djokovic tem larga vantagem sobre Nishikori

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Três vezes campeão na grama sagrada de Wimbledon, o sérvio Novak Djokovic garantiu seu lugar nas quartas de final, algo que tem sido uma constante em nove das últimas 10 edições. O agora 21º do ranking superou o russo Karen Khachanov em sets diretos, parciais de 6/4, 6/2 e 6/2. Seu adversário será o japonês Kei Nishikori.

Djokovic é agora o segundo homem com maior número de presenças em quartas de final de Grand Slam na Era Aberta, ao lado do norte-americano Jimmy Connors, com 41. Os dois só ficam atrás de Roger Federer, que nesta segunda-feira se classificou pela 53ª vez.

Se derrotar na quarta-feira Nishikori, ele também irá igualar Pete Sampras em quantidade de vitórias em Wimbledon. O sérvio está em quinto lugar, com 63. Os três primeiros são Federer (95), Connors (84) e Boris Becker (71).

Nishikori é um velho 'freguês' de Djokovic, tendo perdido 13 dos 15 duelos já realizados. Nesta segunda-feira, mesmo recebendo atendimento médico para o ombro direito, superou o letão Ernests Gulbis de virada, com parciais de 4/6, 7/6 (7-5), 7/6 (12-10) e 6/1. Gulbis sofreu pequena torção de joelho durante o segundo tiebreak, ainda teve set-point a favor, mas depois não ofereceu mais resistência.

Na partida desta segunda-feira na Quadra 1, Djokovic teve um começo mais lento. Houve troca de quebras nos dois primeiros games, marcados por longas trocas e poucas variações, mas a partir da primeira quebra, quando saltou para 4/2, o sérvio foi se soltando. É bom lembrar que Khachanov vinha de dois jogos seguidos em cinco sets e a tática do sérvio de deslocá-lo constantemente foi perfeita.

Com o saque mais afiado a partir do segundo set, Djokovic manteve sempre a pressão sobre o adversário, que vinha de partidas muito longas seguidas. O sérvio soube construir os pontos e esperar as chances, mantendo devoluções profundas e centralizadas, até obter a quebra definitiva no sexto game e caminhar para a vaga.

Comentários