Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Para Keys, chance de enfrentar Serena mexeu com ela
06/07/2018 às 16h20

Keys poderia enfrentar Serena nas oitavas se vencesse o jogo desta sexta-feira

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Eliminada ainda na terceira rodada de Wimbledon, Madison Keys admite que o aspecto mental do jogo foi decisivo no duelo de altos e baixos contra a russa Evgeniya Rodina nesta sexta-feira. A número 11 do mundo teve um ótimo começo de partida, mas permitiu a reação da rival de 29 anos e 120ª colocada.

"Hoje foi muito difícil lidar com o nervosismo", disse Keys após a derrota por 7/5, 5/7 e 6/4 para Rodina. "Eu me sentia bem, vencia por 5/2, e depois acho que minha cabeça foi embora por um ou dois games. De repente, o jogo estava 5/5, e é aí que os nervos me atingem".

Um pensamento recorrente para a norte-americana durante foi a possibilidade de enfrentar Serena Williams nas oitavas de final. "Eu estava tão bem que comecei a pensar no jogo seguinte", explica a jovem de 23 anos.

"Eu não tinha ideia de qual seria a minha chave e, de repente, eu vim aqui outro dia e ouvi 'Se você vencer, você joga contra a Serena'. Acho que isso ficou na minha cabeça e acho que não fiz um bom trabalho para manter meu momento", acrescentou Keys, que tem como melhor resultado em Wimbledon as quartas de final em 2015.

Vice-campeã do US Open e semifinalista de Roland Garros, Keys também falou sobre a dificuldade de lidar mentalmente com a condição de favorita em cada vez mais jogos. "Tem sido um desafio lidar com o fato de que de repente eu deveria ganhar e que minhas adversárias não têm nada a perder. Elas jogam seu melhor tênis. Muitas vezes, você só tem que enfrentar a tempestade e jogar melhor nos pontos importantes".

Comentários