Notícias | Dia a dia | Wimbledon
'Mescla de frustração e tristeza', lamenta Dimitrov
03/07/2018 às 08h24

Dimitrov venceu o 1º set e depois levou a virada

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Não durou muito a campanha do búlgaro Grigor Dimitrov neste ano em Wimbledon. Mesmo figurando como cabeça de chave número 6, ele teve uma estreia complicada e logo de cara enfrentou o suíço Stan Wawrinka, que saiu atrás, perdeu a primeira parcial, se recuperou e acabou levando a melhor por 3 sets a 1.

A eliminação precoce pesou bastante nos ombros do búlgaro. “Estou muito triste pela eliminação na primeira rodada de um torneio como Wimbledon. Antes de começar a partida eu estava bem fisicamente, pois treinei muito bem nos últimos dias. Comecei bem e venci o primeiro set, mas depois baixei meu nível e Wawrinka elevou o dele”, disse.

“É um golpe muito duro para mim, estou em choque. Vou ficar vendo os jogos pela televisão sabendo que poderia estar ali em quadra. No tênis as coisas não são fáceis, mas nem nos meus piores pesadelos eu sonhei em perder na primeira rodada. Estes momentos trazem uma mescla de frustração e tristeza”, acrescentou Dimitrov.

A derrota na rodada de segunda-feira foi a terceira do sexto melhor do mundo em sete duelos com Wawrinka, que havia sido derrotado na única vez que os dois se cruzaram na grama anteriormente e que agora terá pela frente na competição o italiano Thomas Fabbiano, contra quem nunca jogou no circuito.

“Tenho que dar o crédito a Stan, que fez uma grande partida e sacou muito bem nos momentos importantes. Ele jogou pontos magníficos, estou seguro de que se continuar assim com certeza irá reencontrar seu melhor nível de tênis”, finalizou o frustrado Dimitrov, que mesmo com a queda prematura pode até ganhar uma posição no ranking dependendo do desempenho dos rivais logo abaixo.

Comentários