Notícias | Dia a dia | Wimbledon
'Federer é quem mais me agrada ver', afirma Laver
01/07/2018 às 14h11

Laver admira Federer e acha que Nadal tem chance na grama

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - A idolatria do megacampeão Rod Laver pelo tênis praticado pelo suíço Roger Federer não diminuiu. Em longo artigo escrito para o site australiano Players Voice, o australiano afirmou que Federer ainda é o jogador que mais lhe agrada assistir. "É divertido, ele ainda se movimenta muito bem pela quadra".

O único homem a fechar duas vezes o Grand Slam destaca a personalidade quieta de Federer: "Ele é muito parecido comigo". E se disse surpreso pelo fato de Federer conquistar outra vez o Australian Open em janeiro, mesmo aos 36 anos e disputando jogos em cinco sets. "Como ele faz isso? É incrível. Ele treina bem, tem uma equipe para ajudá-lo na parte física. Acho que esse é o segredo da longevidade: saber o quanto fazer, o quanto treinar, quando descansar".

Ele ainda dá favoritismo a Federer para Wimbledon, mas ressalta que há muita gente jogando bem na grama: "Os grandes sacadores agora estão voleando melhor, têm bons golpes de base. Roger tem a seu favor a experiência. Nadal pode jogar bem na grama, porque boje a bola quica bem mais alto nessa grama bem mais dura. Os dias secos ajudarão Federer".

O australiano no entanto reconhece que o chamado 'Big 4' está virtualmente extinto. O grupo formado por Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray "já teve melhores dias" e segundo Laver a "ditadura terminou e agora é hora de dar boas vindas a novos rostos". Os principais nomes dessa nova geração são Dominic Thiem, Nick Kyrgios, Alexander Zverev e Denis Shapovalov. "O tempo dirá se eles serão o Big 4 do futuro. Estou impressionado com Shapovalov, canhoto como eu, 19 anos, enorme promessa. Acredito que vá atingir o topo se mantiver essa atitude de tentar winners. Ele tem todos os golpes".

Comentários