Notícias | Dia a dia
Muguruza: 'A solidão é uma coisa dura no circuito'
29/06/2018 às 09h53

Muguruza garantiu que para antes de ser mãe

Foto: Arquivo

Madri (Espanha) - Principal nome do tênis feminino na Espanha da atualidade, Garbiñe Muguruza ganhou a capa da revista espanhola Mujer Hoy, contando nas páginas da publicação algumas das dificuldades extra quadra pelas quais passa. Para ela, a coisa mais complicada de se encarar no circuito é a solidão.

"A solidão é uma coisa dura, porque não há ninguém além de você mesma dentro do quarto do hotel além da televisão, de seu computador e dos seus pensamentos. Mas aprendi a lidar com isso com o passar dos anos e tento levar da melhor maneira possível", afirmou a atual número 3 do mundo e dona de dois títulos de Grand Slam.

"Tento organizar bem o meu dia, compartilho o tempo com minha equipe e assim esses sintomas de solidão ficam reduzidos", complementou a espanhola, que também falou sobre colocar os sentimentos para fora em certos momentos. "Em algumas derrotas eu choro um pouco. Há derrotas muito duras, em partidas muito importantes para as quais você treina muito forte e depois te custa muito assumir que tem que voltar para casa", disse.

Muguruza também falou sobre o caso das mamães no circuito e garantiu que não seguiria os casos da norte-americana Serena Williams e da bielorrussa Victoria Azarenka, que deram a luz a seus primogênitos e em seguida retornaram ao circuito. Ela destacou principalmente o caso de Serena, que irá completar 37 anos em setembro.

"Eu não me vejo como Serena, jogando aos 36 anos de idade. O dia que decidir ser mãe é o ponto final para mim, talvez me restem ainda uns 10 anos no circuito e depois vem uma vida nova. O tênis não é tudo", opinou a espanhola de 24 anos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis