Notícias | Dia a dia
Kicker leva punição exemplar e não joga até 2021
20/06/2018 às 09h57

Kicker levou suspensão de 6 anos, mas pode cumprir só 3

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Declarado culpado por manipulação de resultados e outras violações ao Programa Anti-Corrupção do Tênis, o argentino Nicolas Kicker conheceu nesta terça-feira sua pena. A Unidade de Integridade no Tênis (TIU) mostrou firmeza na punição e suspendeu o atual 100º do mundo por seis anos.

Responsável por manipular resultados em partidas válidas pelos challengers de Barranquilla e Padova em 2015, Kicker também foi considerado culpado por não relatar uma abordagem corrupta e também por não cooperar com as investigações e por isso acabou levando uma suspensão ainda maior.

Contudo, o argentino não precisará cumprir todos os seis anos da punição, uma vez que ela pode ser reduzida para três anos com os próximos três em algo como uma condicional. De qualquer forma, Kicker não poderá disputar mais um torneio sequer até maio de 2021, quando irão completar os primeiros três anos da pena.

Na atual temporada, o argentino de 25 anos acumula oito vitórias e onze derrotas em nível ATP, com destaque para a campanha no Australian Open, indo até a terceira rodada. O melhor ranking da carreira de Kicker foi o 78º lugar, alcançado em junho do ano passado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis