Notícias | Dia a dia
Kyrgios frustra retorno de Murray e vence de virada
19/06/2018 às 14h53

Kyrgios venceu Murray pela primeira vez

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de 11 meses de afastamento, o britânico Andy Murray enfim marcou seu retorno às quadras. Foram exatos 342 dias desde sua última partida, no ano passado em Wimbledon, numa espera que acabou nesta terça-feira com uma derrota de virada para o australiano Nick Kyrgios, que triunfou com parciais de 2/6, 7/6 (7-6) e 7/5, após 2h39 de jogo.

Esta foi a primeira vez em seis encontros que Kyrgios derrubou Murray, que por causa do tempo longe das quadras caiu para a atual 156ª colocação no ranking. Na segunda rodada, o australiano enfrentará o vencedor da partida entre o britânico Kyle Edmund, sétimo mais bem cotado ao título no ATP 500 de Queen's, e o norte-americano Ryan Harrison.

Apesar da atuação um tanto displicente do australiano, o fato é que Murray fez um primeiro set acima da expectativa. Usou bem o saque para escapar dos games apertados, mexeu-se sem grande dificuldade no fundo de quadra e usou sua notável habilidade sobre a grama para mesclar deixadinhas, slices profundos e contragolpes.

O jogo vinha equilibrado até Kyrgios jogar muito mal o sexto game. Até então, ele já havia brincado e feito graça para golpear smash, usar grand-willy e até dar bola entre as pernas em golpe de base simples. Mas aí o saque começou a falhar e ele foi quebrado duas vezes sem tanto esforço, cometendo seguidas duplas faltas na segunda perda de serviço.

O segundo set foi estranho. Os jogadores trocaram quebras até Kyrgios enfim abrir 3/1 e 4/2. Aí o escocês devolveu bem e conseguiu induzir o apressado australiano aos erros. A decisão foi ao tiebreak e aí novamente Kyrgios abriu distância, com 3-0 e 4-2, permitiu reação e por fim levou ao terceiro set.

Murray esteve várias vezes nas cordas ao longo do terceiro set, mas não se entregou. Salvou-se no segundo e sexto games, evitou dois match-points no décimo e por fim não cedeu à pressão e foi batido com uma dupla falta.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis