Notícias | Dia a dia
Wimbledon homenageia Maria Esther Bueno
14/06/2018 às 13h17

Maria Esther levantou três taças de simples em Wimbledon

Foto: Duvulgação/Wimbledon

Londres (Inglaterra) - Tricampeã em simples e pentacampeã nas duplas em Wimbledon, a paulista Maria Esther Bueno foi homenageada pelo site do tradicional torneio britânico com um texto que recupera todos os feitos da ex-tenista de 78 anos, que nos deixou na última sexta-feira, vítima de um câncer iniciado na boca e que se espalhou pelo corpo.

"Bueno, uma das campeãs mais amadas de Wimbledon, faleceu em São Paulo depois de uma batalha contra o câncer. Sua humildade, graça e inventividade conquistaram corações em todo o mundo no final dos anos 1950 e além", começou o texto que exalta os feitos da brasileira não apenas na grama do All England Club, mas também ao redor do mundo.

"Em termos de tênis, ela será lembrada como a maior tenista da história do Brasil e a única latino-americana de qualquer um dos sexos a conquistar um título de simples no All England Club. Ela sagrou-se campeã três vezes um período de oito anos, fazendo cinco aparições na final, a última delas há 52 anos", acrescentou a homenagem.

O texto exalta a combinação de habilidade, elegância e atleticismo de Maria Esther, que acabou conquistando o público, e também exalta a brasileira como um dos maiores ícones fashion da época. "Cada movimento de Maria combinava a graça de uma bailarina com o poder controlado de uma ginasta de ponta”, escreveu John Barrett no livro oficial que conta a história de Wimbledon.

A homenagem de Wimbledon ainda fala sobe os 19 títulos de Grand Slam conquistados pela paulista entre simples, duplas e duplas mistas. Além disso, também lembraram do encontro entre Maria Esther e o suíço Roger Federer, em 2012, quando este fez questão de bater bola com a brasileira e terminou a sessão dizendo que seu tênis continuava incrível.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis