Notícias | Dia a dia | Roland Garros
'Sabia que poderia mudar o jogo', afirma Nadal
08/06/2018 às 17h13

Depois de salvar seis break points no set inicial, o espanhol foi dominante nas parciais seguintes

Foto: Divulgação

Paris (França) - Depois de um primeiro set complicado, Rafael Nadal embalou no duelo contra Juan Martin del Potro e cedeu apenas mais dois games nas duas parciais seguintes da semifinal de Roland Garros. Após a vitória por 6/4, 6/1 e 6/2, o líder do ranking mundial falou sobre o começo difícil da partida e afirma que tinha a confiança de que poderia mudar a dinâmica do jogo.

"Ele estava sacando muito bem e batendo muito forte nos primeiros golpes. Foi muito difícil pará-lo. E mesmo no meu saque, ele estava jogando bem", disse Nadal, que enfrentou seis chances de quebra no set inicial. "Eu não conseguia abrir a quadra e ele estava confortável demais no primeiro set. É por isso que eu salvei seis break points. Em todo game que eu saquei, eu tive problemas".

"Quando ele está sacando o jogo não está nas minhas mãos, mas quando eu estou sacando deveria estar. Pode se dizer que eu tive sorte de salvar todas aquelas bolas e converter a chance que eu tive para vencer aquele set", avaliou o espanhol, que terminou aquela parcial com total de 31 pontos, apenas um a mais que o argentino.

"Às vezes, quando você está com 0-40, você acredita que já perdeu o game, e o normal é que você perca mesmo, mas hoje não foi o caso. Para mim, a única maneira de lidar com isso é pensar ponto a ponto, apenas tentar pensar em como ganhar o ponto de 0-40, então o do 15-40, e quando você já está com 30-40, você sabe que está perto de salvar o game. Então, é só pensar de maneira positiva", explicou o experiente jogador de 32 anos.

"Depois de superar o mau momento que eu tinha no primeiro set, onde talvez eu não estivesse jogando muito bem, tive a oportunidade de jogar muito melhor o segundo e o terceiro. Eu sabia que se eu pudesse sair daquela situação, tudo poderia mudar para mim", complementou o número 1 do mundo, que não teve o saque quebrado em toda da partida e só enfrentou mais um break point depois do primeiro set.

Em busca de seu 11º título de Roland Garros, Nadal enfrenta o oitavo colocado Dominic Thiem. O espanhol lidera por 6 a 3 o retrospecto diante do austríaco, para quem perdeu recentemente em Madri. "Ele é um adversário muito difícil. Fez um grande jogo hoje e também se saiu bem contra o Sascha [Zverev] no outro dia. Será um grande desafio. No domingo vou lutar até o fim. Eu vou treinar amanhã com esta ideia em mente", avaliou o líder do ranking. "Fiz muitos jogos bons nesta temporada de quadra de saibro. Então, domingo é o dia para dar o meu melhor, é o dia de aumentar meu nível um pouco mais".

Nadal venceu 414 das 450 partidas que disputou no saibro pela elite do circuito e tem aproveitamento de 92% em seu piso favorito. Até por isso, o Rei do Saibro comentou sobre as características do jogo nesta superfície. "O saibro é um piso que combina muitos fatores. Não é só o fator físico, mas também o estratégico e tático, além da resistência mental. É um piso em que você precisa lutar e onde você pode jogar de forma agressiva ou defensiva. Ele permite que você jogue de diferentes maneiras e não existe só uma forma de ter sucesso, como é na grama, por exemplo, onde você não pode jogar defensivamente".

Comentários