Notícias | Dia a dia
Câncer deixa Maria Esther em estado crítico em SP
05/06/2018 às 17h56

Maria Esther ganhou Wimbledon três vezes

Foto: Arquivo

São Paulo (SP) - Maior nome do tênis brasileiro de todos os tempos, a paulista Maria Esther Bueno, de 78 anos, permanece internada no Hospital 9 de Julho. Segundo amigos próximos seu estado é crítico.

Um câncer na boca voltou a se manifestar e teria se espalhado pelo ombro e costas e possivelmente atingido outros órgãos internos. Devido às fortes dores, ela foi sedada pela equipe médica a pedido da família. Estherzinha teria também solicitado o desligamento dos aparelhos.

No ano passado, Maria Esther já havia sofrido tratamento severo para cuidar da enfermidade, mas se recuperou bem e até voltou a bater bola no clube Harmonia até duas semanas atrás.

Em apenas 10 anos efetivos de carreira internacional, entre 1958 e 1968, Maria Esther reuniu glórias que só podem ser dimensionadas por números. Foram 120 finais de simples, com 65 títulos; e outras 137 de duplas, com 90 vitórias, que se somados aos 15 troféus de duplas mistas totalizam incríveis 170 conquistas.

Todas elas fora do país, em pisos completamente distintos como o saibro e a grama. Sua passagem pelos eventos de Grand Slam não foi menos impressionante: 35 finais e 19 títulos, o que inclui o tricampeonato individual em Wimbledon e quatro vitórias nos Estados Unidos.

Em 1960, ainda aos 19 anos, foi a primeira mulher a ganhar todos os eventos de Grand Slam de duplas numa única temporada.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis