Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Thiem dispara 41 winners e reencontra Zverev
03/06/2018 às 10h09

Thiem vai em busca da terceira semifinal seguida

Foto: Divulgação

Paris (França) - Na base da força de seus notáveis golpes de fundo de quadra, o austríaco Dominic Thiem dominou o japonês Kei Nishikori e mais uma vez está nas quartas de final de Roland Garros. O número 8 do ranking marcou 3 sets a 1, com parciais de 6/2, 6/0, 5/7 e 6/4, em jogo de 2h28.

Seu adversário agora será outro desafio: o alemão e cabeça 2 Alexander Zverev, sobre quem tem quatro vitórias em seis duelos já disputados. Eles irão reviver a recente final de Madri, que favoreceu o número 3 do ranking num saibro mais veloz. Também se cruzaram em Roland Garros de 2016, com vantagem para Thiem em quatro sets. Curiosamente, os dois são os tenistas com maior número de vitórias na temporada 2018: Thiem chegou a 33, uma a menos que Zverev.

Aos 24 anos, Thiem atinge as quartas de final em Roland Garros pelo terceiro ano consecutivo em cinco aparições no torneio. Sua campanha até agora incluiu o quali Ilya Ivashka sem perder set, o grego Stefano Tsitsipas e o pouco conhecido Matteo Berrettini, ambos por 3 a 1.

Para obter sua primeira vitória sobre Nishikori em três duelos - sequer havia ganhado set até mesmo no saibro de Roma -, Thiem começou a partida de forma acelerada, decidido a não dar espaço ao adversário. A tática deu certo e Nishikori colecionou erros sob pressão. Rapidamente, o austríaco já tinha dois sets à frente.

Nishikori não se entregou. Enfim fez um terceiro bem equilibrado, em que sustentou bem o serviço e não encarou break-points. Como prêmio, viu Thiem vacilar no 12º game e ceder o serviço mesmo saindo de 30-0. O ritmo se mantinha no quarto set até o sétimo game. Erros não forçados da base levaram Nishikori à loucura e não houve mais como reagir diante de um austríaco com muita potência e qualidade no fundo de quadra.

A estatística mostrou que Thiem disparou 41 winners ao longo de sua ótima atuação, quase o dobro dos 21 do adversário. Acertou 68% do primeiro saque e venceu 85% desses pontos, o que é um percentual excepcional para o saibro. Chegou a somar 11 break-points e aproveitou cinco.

Comentários