Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Alemão leva multa pesada por desistência na estreia
31/05/2018 às 08h19

Gojowczyk venceu só um game e abandonou na estreia

Foto: Divulgação

Paris (França) - O cerco aos jogadores que não estão em suas condições físicas ideias e vão para um Grand Slam apenas para pegar o prêmio e desistem logo na primeira rodada ganhou mais um capítulo em Roland Garros. O alvo da vez foi o alemão Peter Gojowczyk, que abandonou a estreia contra o britânico Cameron Norrie quando estava perdendo por 6/1 e 2/0.

Vice-campeão do ATP 250 de Generba, na semana anterior ao torneio francês, Gojowczyk levou uma multa de 25 mil euros (R$ 109 mil) por considerarem que ele entrou em quadra sem estar em condições de competir, não abrindo uma oportunidade para um lucky-loser entrar na chave principal em Paris.

A multa pesada, mais da metade do valor da premiação de primeira rodada (40 mil euros), visa incentivar que os tenistas não entrem na chave apenas para pegar a premiação, dando assim vaga a outros que tenham reais chances de disputar a competição.

Foi também um alemão que inaugurou a perseguição dos Grand Slam a esse tipo de desistência. No Australian Open deste ano, Mischa Zverev levou uma multa de 45 mil dólares australianos (R$ 126 mil), que representou 75% de sua premiação no torneio.

O resultado da punição exemplar ao mais velho dos irmãos Zverev se refletiu em Roland Garros, que teve um total de oito jogadores entrando como lucky-losers, sendo que metade deles conseguiu inclusive avançar para a segunda rodada, com destaque para o argentino Marco Trungelitti, que já havia ido embora do torneio, estava em Barcelona e pegou 1000 km de carro para disputar a chave.

Comentários