Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Bellucci reage tarde e cai na estreia de Paris
27/05/2018 às 15h39

Bellucci perderá pontos, mas evitou queda maior no ranking

Foto: Site oficial

Paris (França) - Depois de um início ruim, Thomaz Bellucci reencontrou seu melhor tênis e ensaiou uma reação, mas acabou saindo completamente de jogo após um erro banal no começo do quarto set e foi eliminado na primeira rodada de Roland Garros pelo também canhoto Federico Delbonis. O 66º do ranking anotou as parciais de 6/1, 6/3, 3/6 e 6/1.

Esta foi a sexta derrota de Bellucci em oito partidas diante do argentino, que venceu nas três últimas. O herói do título da Copa Davis de 2016 terá pela frente agora o espanhol Pablo Carreño, cabeça 10, que mais cedo superou o eslovaco Jozef Kovalik, por 4/6, 6/1, 7/5 e 7/6 (7-5).

O brasileiro por sua vez deverá se manter entre os top 300 do ranking por ter somado pontos no qualificatório. Esta foi sua 10ª derrota em 18 partidas no saibro parisiense, sendo a quinta queda logo na estreia. A maior campanha em Roland Garros e em Grand Slam aconteceu com as oitavas de 2010.

Bellucci começou muito mal a partida e isso acabou refletindo diretamente no resultado. Começou muito atrás da linha, com primeiro saque pouco contundente e Delbonis rapidamente tomava conta dos pontos e mostrava maior precisão e determinação.

Com apenas 47 minutos, o brasileiro já perdia por 6/1 e 4/1. Só então Bellucci subiu de qualidade. Passou a acertar mais o forehand, fazendo o argentino se mexer e errar, e desperdiçou um break-point importante no sétimo game, embora nesse lance Delbonis tenha ido bem à rede.

Enfim, veio uma reação. Com saque mais calibrado, o forehand passou a fazer bom trabalho e Delbonis colaborou, cometendo três erros que lhe tiraram o serviço. Daí em diante o brasileiro jogou firme e, apesar de certo aperto na hora de fechar, levou ao quarto set. Então veio o pecado mortal: com 15-40 logo no game inicial, cometeu erro bobo e se perdeu totalmente. O experiente argentino foi rapidamente a 3/0 e administrou bem.

Comentários