Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Juvenis brasileiros jogam triangular por vaga em RG
25/05/2018 às 19h28

Mateo Reyes e Ana Paula Melilo disputam vagas na chave principal do Grand Slam juvenil

Foto: Divulgação

Paris (França) - Em busca de uma vaga na chave juvenil de Roland Garros, o catarinense Mateo Reyes e a paulista Ana Paula Melilo disputam um triangular em Paris valendo um convite para o Grand Slam francês. Campeões do Roland Garros Junior Wild Card Competition, disputado em Belo Horizonte no mês de abril, os brasileiros enfrentarão os vencedores dos torneios similares realizados na Índia e na China.

Todos os jogos serão realizados na quadra 6 de Roland Garros. Ana Paula será a primeira a estrear no saibro parisiense. A tenista de 17 anos e número 440 do ranking mundial juvenil da ITF enfrentará a chinesa Cao Xue, de 16 anos e sem ranking na ITF. A outra adversária da brasileira será a indiana Shrivalli Bhamidipaty, também de 16 anos e 296ª colocada.

"Eu e minha equipe focamos bastante em corrigir alguns detalhes que poderiam ser cruciais aqui e manter a intensidade dos treinos altas. Nas primeiras duas semanas após o torneio de Belo Horizonte fiquei fazendo fisioterapia paralelamente aos treinos para cuidar de uma pequena lesão no tríceps e depois já voltei 100%", revelou a atleta da Juninho Tennis, de Santo André, que chegou nesta quarta-feira com seu treinador em Paris.

"Tentei jogar bastante sets também, com pessoas diferentes para pegar a maior variedade de jogos possíveis, já que não conheço muito as meninas. Estou confiante, estou me sentindo bem aqui, as condições estão boas, acho que vão ser jogos duros, mas acredito no meu potencial e em tudo que trabalhamos nesse período", ressaltou a tenista, que embarca para os Estados Unidos no dia 16 de agosto para cursar Business na Universidade de North Florida, em Jacksonville, e disputar os fortes campeonatos universitários.

Já Mateo Reyes, que é nascido no Equador, mas é radicado em Santa Catarina e treina no Itamirim Clube de Campo, terá como adversários o indiano Siddhant Banthia, de 17 anos e número 72 do ranking mundial juvenil da ITF, e o chinês Zhou Xinmu, de mesma idade e 228º colocado.

"Esse mês foi puxado para mim, mas muito bom. Treinei bastante e fiquei uma semana na Itália, onde joguei o torneio Bonfiglio. Foi uma experiência muito boa, consegui ver os melhores jogadores do mundo juvenil e treinar com eles também, e percebi que não estou longe do nível deles. Consegui jogar de igual para igual e estou me sentindo bem jogando", destacou Mateo, que tem 17 anos e atualmente é 164º do ranking mundial juvenil da ITF.

"A expectativa para esse torneio é boa. Aqui não tenho nada a perder, só tenho coisas boas a ganhar e, sim, tenho aquele nervosismo de querer ganhar e disputar o Grand Slam francês, mas apesar de tudo acho que vai ser uma semana muito boa com experiências muito boas também", projetou o tenista, que está acompanhado de seu treinador Luiz Peniza.

O presidente da Confederação Brasileira de Tênis, Rafael Westrupp, ressaltou a importância da parceria com a Federação Francesa de Tênis, que possibilita a realização do Roland Garros Junior Wild Card Competition (ex-Rendez-Vous) pelo quarto ano consecutivo."É uma grande oportunidade para os nossos juvenis através de uma parceria que temos com a Federação Francesa de Tênis. Neste ano irei propor uma ampliação desta parceria com a FFT. Desejamos sorte aos dois e que eles possam conquistar a vaga na chave principal e se juntarem aos demais brasileiros", afirmou Westrupp.

Comentários