Notícias | Dia a dia
Kicker, top 100 argentino, é suspenso por corrupção
24/05/2018 às 18h41

Nicolas Kicker foi declarado culpado por manipulação de resultados

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - O argentino Nicolas Kicker, 84º do ranking, foi declarado culpado por manipulação de resultados e outras violações ao Programa Anti-Corrupção do Tênis. A Tennis Integrity Unit (TIU) encontrou evidências de que o argentino arranjou resultados em partidas válidas pelos challengers de Barranquilla e Padova em 2015.

Kicker também foi considerado culpado por não relatar uma abordagem corrupta e também por não cooperar com as investigações da TIU contra ele. O tenista teve uma audiência com a auditora independente Jane Mulcahy no dia 20 de março, em Miami.

A suspensão imposta a Kicker ainda é de caráter preventivo. O argentino não poderá receber credenciais para participar de qualquer torneio sancionado pelas entidades que governam o tênis mundial. Detalhes sobre o tempo que o jogador de 25 anos ficará impossibilitado de disputar qualquer torneio serão divulagos futuramete pela Tennis Integrity Unit.

Na atual temporada, Kicker acumula oito vitórias e onze derrotas em nível ATP. Destaque para a campanha até a terceira rodada do Australian Open. Fora de Roland Garros, o argentino tinha 45 pontos a defender, já que avançou uma rodada na chave principal do ano passado. O melhor ranking de sua carreira foi o 78º lugar, alcançado em junho da última temporada. 

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis