Notícias | Dia a dia
Volta de Nadal ao número 1 iguala marca de 2003
21/05/2018 às 07h50

Nadal retomou a ponta com o octa em Roma

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - Os primeiros meses da temporada de 2018 estão sendo bastante movimentados em relação ao posto de número 1 do mundo, que nesta segunda-feira volta às mãos do espanhol Rafael Nadal. Esta foi a quarta mudança na liderança do ano, que o torna o com maior movimentação na ponta desde 2003, quando ocorreram cinco alterações. O recorde total é de 10 em 1983.

O canhoto de Mallorca começou na ponta e ficou por lá durante sete semanas, foi ultrapassado por Roger Federer, que ficou mais seis semanas na liderança. Nadal retomou o topo do ranking por mais seis semanas, perdeu por uma para o suíço na semana passada e nesta segunda-feira volta a ser o primeiro da lista da ATP, onde ficará pelo menos por mais três semanas.

Nadal tem o número 1 garantido até Roland Garros, onde defende o título e precisa conquistar a 11ª taça no Grand Slam francês para seguir na ponta. Caso não consiga o feito de brilhar mais uma vez no saibro parisiense, ele novamente perderá a liderança para Federer.

Terminada a temporada de saibro, será a vez do suíço defender uma grande quantidade de pontos no ranking. Dos seus atuais 8.670 pontos, 2.500 foram conquistados na grama com os títulos de Halle e Wimbledon. Do outro lado, Nadal tem uma pontuação muito menor para salvar neste período, com apenas 180 pontos referentes às oitavas de final no All England Club.

Federer segue como o maior número 1 de todos os tempos com suas 309 semanas na liderança, enquanto Nadal soma a 174ª e aparece na sexta colocação. Entre os dois estão o norte-americano Pete Sampras (286), o tcheco naturalizado norte-americano Ivan Lendl (270), o noerte-americano Jimmy Connors (268) e o sérvio Novak Djokovic (223).

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis