Notícias | Dia a dia
'Rafa foi melhor nos pontos importantes', diz Djoko
19/05/2018 às 16h20

Apesar da eliminação, sérvio sai satisfeito com sua evolução na temporada

Foto: Divulgação

Roma (Itália) - Superado por Rafael Nadal na semifinal do Masters 1000 de Roma, Novak Djokovic reconheceu a superioridade do espanhol nos momentos decisivos do duelo deste sábado. O ex-número 1 do mundo e atual 18º colocado, entretanto, está feliz com o desempenho mostrado ao longo da semana. Especialmente se comparado com o início da temporada, quando ele voltava de lesão no cotovelo que o afastou do circuito durante todo o segundo semestre do ano passado.

"Rafa foi melhor que eu nos momentos importantes, ele jogou melhor e mereceu a vitória", disse Djokovic após a derrota por 7/6 (7-4) e 6/3 em 1h56 de partida. "Ganhar o tiebreak deu muita confiança para ele no resto do jogo", complementou o sérvio, que ainda lidera o retrospecto contra o espanhol por 26 a 25.

A campanha em Roma foi a melhor para Djokovic na temporada, com quatro vitórias e uma semifinal. Até por isso, o sérvio faz uma avaliação positiva sobre sua atuação no torneio italiano. "Esta semana me ajudou a perceber o quanto estou perto de recuperar meu nível. Acho que não houve muita diferença entre nós dois, o que é uma ótima notícia para mim. Eu fiquei pensando nisso depois de perder o primeiro set".

"Rafa é, naturalmente, o melhor jogador em quadras de saibro e está em excelente forma. É muito difícil jogar contra ele no saibro em qualquer lugar", comentou Djokovic, que tem sete vitórias e dezesseis derrotas contra Nadal no saibro. "Vejo muitos pontos positivos nesta semana e isso é algo que eu vou levar para a próxima semana, durante o treinamento para Roland Garros".

O ex-número 1 reconheceu que o caminho para voltar à rotina de vitórias está sendo mais longo que o esperado. "Eu nunca enfrentei esse tipo de situação antes", comenta o jogador de 30 anos. "Então, pensei que não demoraria muito para voltar às vitórias. Tive que aprender uma lição e aceitar as circunstâncias. Mas, comparando com dois ou três meses atrás, hoje eu estava muito melhor em quadra".

Quatro vezes campeão no saibro italiano, Djokovic também agradeceu ao apoio da torcida em Roma. "Eu senti como se estivesse jogando em casa. Este é um dos meus lugares favoritos no mundo para jogar tênis. Nestas últimas semanas não tive muito descanso, joguei muitos torneios consecutivos, mas estou feliz com o modo como estou desenvolvendo o meu tênis, especialmente nestes últimos dias. Espero que possa dar continuidade a esse processo em Roland Garros".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis