Notícias | Dia a dia
Após boa virada, Nadal destaca mudanças táticas
18/05/2018 às 18h56

Nadal adotou postura mais agressiva a partir do segundo set

Foto: Divulgação

Roma (Itália) - A vitória de virada sobre Fabio Fognini pelas quartas de final do Masters 1000 de Roma traz bastante confiança para Rafael Nadal. O que mais anima o espanhol foi o fato de ter conseguido mudar a dinâmica do jogo e adotar uma estratégia mais agressiva a partir da segunda parcial.

"O primeiro set foi de um nível muito alto e decidido por detalhes que não pude aproveitar e ele sim", disse Nadal após a vitória por 4/6, 6/1 e 6/2 diante do anfitrião Fognini no saibro italiano.

"O jogo não poderia continuar como nos últimos cinco games do primeiro set. Ele estava controlando os pontos muito mais do que eu. Então quando essas coisas acontecem, você está com problemas. Você pode até ganhar, mas está nas mãos de seu adversário", comenta o espanhol, que liderou o set inicial por 4/1 antes de perder cinco games seguidos.

"Desde então, as coisas mudaram. Modifiquei o estilo de jogo que estava usando. Fui mais agressivo com meu forehand, e quando eu faço isso, meu backhand também melhora. Também pude entrar mais na quadra. Quando eu jogo no saibro, não posso esperar pelo que o adversário vai fazer, devo impor o meu ritmo", acrescentou o vice-líder do ranking sobre suas mudanças táticas.

"E essa foi uma mudança importante para mim. É importante poder mudar a dinâmica da partida no meio da partida. E ter quebrado o saque dele no início do segundo set definitivamente ajudou a minha confiança", complementou o vice-líder do ranking, que possui sete títulos no torneio.

Nadal agora se prepara para enfrentar Novak Djokovic pela 51ª vez no circuito. O reencotro entre os rivais acontece pouco mais de um ano depois do duelo mais recente e o sérvio tem ligeira vantagem no retrospecto por 26 a 24. "Amanhã terei mais um adversário difícil e eu devo estar pronto para enfrentá-lo", disse o espanhol.

"Honestamente, é melhor não jogar contra ele, que um dos melhores jogadores da história. Você sempre vai preferir enfrentar adversários mais fáceis que o Novak, mas quando você tem que jogar, precisa se sentir orgulhoso por essas partidas que fazem parte da história".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis