Notícias | Dia a dia
Sharapova faz quartas e será cabeça em Paris
17/05/2018 às 15h07

Boa campanha em Roma garante a russa entre as 32 primeiras do ranking

Foto: Divulgação

Roma (Itália) - Em seu terceiro compromisso no WTA Premier de Roma, Maria Sharapova conquistou um importante resultado nesta quinta-feira. A russa não apenas venceu seu jogo contra Daria Gavrilova por 6/3 e 6/4 para chegar às quartas de final do torneio na capital italiana, como também assegurou uma vaga entre as cabeças de chave em Roland Garros.

Bicampeã do Grand Slam francês, Sharapova iniciou a semana como 40ª do mundo e com apenas 60 pontos a defender, já que havia caído na segunda rodada no ano passado. A campanha até as quartas de final rende 190 pontos e fará com que a ex-líder do ranking consiga chegar 32 melhores do ranking da próxima segunda-feira.

Sharapova é dona de três títulos em Roma, conquistados em 2011, 2012 e 2015. A russa de 31 anos terá nas quartas de final um inédito duelo de gerações contra Jelena Ostapenko, que tem apenas 20 anos e é atual campeã de Roland Garros. Número 5 do mundo, Ostapenko avançou ao vencer a britânica Johanna Konta por 2/6, 6/3 e 6/4.

Diante de uma rival que ficou em quadra até às 2h da madrugada contra Garbiñe Muguruza, Sharapova liderou com folga a estatística de winners ao marcar 38 bolas vencedoras contra apenas sete de sua adversária. A russa, entretanto, também fez 32 erros não-forçados diante de 19 da australiana de 24 anos.

O domínio de Sharapova na partida já ficou expresso logo no começo. Mesmo sem aproveitar o break point que teve no game de abertura, a russa venceu os quatro games seguintes com apenas dois pontos perdidos. Gavrilova teve duas chances para devolver uma das quebras, mas não as aproveitou. A ex-número 1 chegou a liderar por 5/1 e foi quebrada quando sacou para o set, mas definiu a parcial na sequência.

O segundo set começou com uma quebra a favor de Gavrilova, que abriu 2/0, mas Sharapova rapidamente voltou a dominar e venceu quatro games seguidos. A russa tinha o domínio das ações do fundo de quadra e partia para a definição dos pontos. Tal como na parcial anterior, a tricampeã foi quebrada ao sacar para fechar o jogo, mas a australiana não conseguiu confirmar o saque no game seguinte.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis