Notícias | Dia a dia
Top 10 em duplas, Dellacqua encerra a carreira
10/04/2018 às 14h07

Dellacqua jogou sete finais de Grand Slam e seu último jogo foi na Fed Cup

Foto: SMP Images

Perth (Austrália) - A australiana de 33 anos Casey Dellacqua anunciou nesta terça-feira o término de sua carreira como tenista profissional. Dellacqua e sua companheira Amanda Juud têm dois filhos, o mais velho é Blake e tem 4 anos e a caçula Andie completou dois anos em março.

"Tenho pensado nisso há algum tempo. Sinto que é o momento certo para pendurar as raquetes e ser uma mãe. É hora de eu passar tempo com minha família, particularmente enquanto meus filhos são pequenos", disse Dellacqua, por meio de um vídeo publicado em sua página no Facebook.

Dellacqua vinha se dedicando apenas às duplas, modalidade em que ocupava atualmente no nono lugar do ranking e foi número 3 do mundo em fevereiro de 2016. Dona de sete títulos de duplas na carreira, a canhota australiana disputou sete finais de Grand Slam, mas sempre ficou com o vice.

Em simples, a carreira de Dellacqua foi mais modesta, sem títulos de nível WTA. Em sua melhor temporada, a australiana alcançou o 26º lugar do ranking em setembro de 2014 e terminou aquele ano na trigésima posição.

Desde um acidente em quadra no WTA Premier de Pequim em 2015, quando sofreu uma queda em quadra e teve uma concussão, Dellacqua jogou só mais um torneio de simples. Ela passou quase toda temporada de 2016 sem jogar, tanto pela lesão na cabeça, quanto para cuidar da filha mais nova, nascida após procedimento de reprodução assistida de sua companheira.

"Estou orgulhosa do que fiz. Estou orgulhosa de ter representado meu país da maneira que eu consegui. Tive uma ótima carreira e amei cada minuto. Mesmo nos momentos mais difíceis, porque você sempre aprende algo", escreveu Dellacqua em carta divulgada no portal Players Voice.

"Vou sentir falta das competições. Vou sentir falta da adrenalina de estar em quadra, das vitórias e até das derrotas. Vou sentir falta da torcida, das pessoas e e de jogar diante delas. Mas tirando isso, acho que estou pronta", completou a australiana que teve como última competição o duelo contra a Ucrânia pela Fed Cup há dois meses.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis