Notícias | Outros
Loureiro é destaque em seletiva para Roland Garros
09/04/2018 às 15h43

Loureiro treinou com a equipe brasileira da Davis

Foto: Matheus Joffre/CBT

Belo Horizonte (MG) - O mineiro João Loureiro, radicado em Joinville (SC) há três anos, estará esta semana em Belo Horizonte (MG) como um dos destaques do Roland-Garros Junior Wild Card Competition. O torneio reúne 32 tenistas juvenis, no masculino e no feminino, de diferentes regiões do país, valendo vaga para o qualificatório da chave juvenil de Roland Garros. O lançamento oficial será nesta quarta-feira e as disputas entre quinta e domingo, no Pampulha Iate Clube.

Loureiro tem 15 anos echega à capital mineira depois de integrar a equipe brasileira que disputou a segunda rodada do Zonal Americano I, em Barranquilla, na Colômbia. A ida dos juvenis para a Copa Davis faz parte do Programa de Alto Rendimento da CBT. Número 1 dos 16 anos na Gira Cosat, classificado para a Gira Europeia do meio do ano, ganhou quatro títulos na Gira Sul-Americana, incluindo o Banana Bowl.

"Será, sem dúvida, um torneio bem difícil, com bons jogadores e muito importante, em que o campeão vai ter oportunidade de tentar um lugar em Roland Garros, que deve ser uma experiência incrível. Vou com tudo para tentar ganhar essa vaga, dando o meu máximo na quadra", afirmou João, que treina na RS Tennis, em Joinville, com Ricardo Schlachter, que também esteve em Barranquilla, integrando a comissão técnica brasileira.

A experiência, o clima da Davis, a oportunidade de estar com a equipe brasileira e aprender, João quer usar, agora, em sua carreira. "Quero levar o aprendizado desta semana na Davis para o torneio e, também, para o meu dia a dia. Treinar com alguns dos melhores tenistas do País foi uma oportunidade incrível, aprendendo todos os dias muitas coisas. Agora é colocar em prática, para seguir sempre evoluindo", completou.

Antes da disputa do quali em Paris, o vencedor da seletiva nacional também jogará um torneio com os vencedores dos torneios Roland Garros Junior da Índia e da China. Quem ficar com o título entre os países entra direto na chave principal juvenil de Roland Garros.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis