Notícias | Dia a dia
Miami rebate reclamação de Wozniacki com torcida
25/03/2018 às 11h54

Wozniacki foi eliminada na sua estreia em Miami

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - Depois de levar uma virada incrível da porto-riquenha Monica Puig na segunda rodada do Premier de Miami, a dinamarquesa Caroline Wozniacki disparou contra parte do público e acusou alguns torcedores de terem a ofendido pesadamente durante a partida realizada na noite de sexta-feira.

"Na derrota que tive para uma grande oponente e uma amiga que é Monica Puig, pessoas no público ameaçaram minha família, desejaram a morte de minha mãe e meu pai, me chamaram de nomes que não posso repetir e xingaram meu noivo e seu sobrinho de apenas 10 anos, mandando os dois sentarem", falou a ex-número 1 do mundo.

"A segurança e o pessoal da organização não fizeram nada e apenas aceitaram o que estava acontecendo no local. Sempre encorajei os fãs a apoiaram suas tenistas favoritas, mas ultrapassaram todas os limites e isso é muito negativo para os jogadores e também para os fãs de tênis", acrescentou Wozniacki.

Não passou batida a reclamação da dinamarquesa, que foi respondida pela organização do torneio através de comunicado do diretor da competição, o norte-americano James Blake, ex-tenista profissional, que garantiu ser prioridade a segurança e o bem-estar de tenistas e fãs, afirmando que nenhum membro da organização presenciou qualquer problema.

"A segurança dos jogadores é nossa prioridade número 1. A partida entre Caroline e Monica foi disputada com uma plateia barulhenta e apaixonada. Temos seguranças e todo um pessoal ao redor da quadra e ninguém presenciou ou foi notificado de qualquer tipo de ameaça. Caso isso tivesse acontecido, com certeza providências teriam sido tomadas imediatamente", falou Blake.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis