Notícias | Dia a dia
'Sou um cara decisivo', destaca o jovem Fritz
13/03/2018 às 10h57

Fritz tem 11 a 1 em tiebreaks decisivos

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - Apesar da pouca idade, o norte-americano Taylor Fritz pode se orgulhar do bom desempenho que tem na hora de fechar um jogo, principalmente quando a decisão de quem cai e quem avança é no tiebreak. Foi assim que ele derrubou o experiente Fernando Verdasco em duelo válido pela terceira rodada do Masters 1000 de Indian Wells.

"Minhas estatísticas em tiebreaks do terceiro set são ótimas, isso mostra que sou um cara decisivo", destacou o tenista de apenas 20 anos, que tem realmente uma invejável marca em desempates decisivos. Fritz venceu 11 jogos no tiebreak do último set e só perdeu um, para o alemão Philipp Kohlschreiber no Masters 1000 de Miami do ano passado.

O bom retrospecto em momentos decisivos de Fritz não foi o único fator que o ajudou a derrubar Verdasco de virada na última segunda-feira. "Ter o apoio da torcida em um jogo tão equilibrado como esse, que poderia ter ido para qualquer lado, deixa a vitória ainda melhor. É como se fosse um sonho", comemorou o californiano.

"Não poderia estar mais feliz, foi um jogo muito duro e depois de perder os match-points no seu saque consegui manter a calma para vencer. Tive que esquecer aqueles pontos e me concentrar em confirmar meu serviço", observou Fritz, que teve duas chances de fechar o jogo no 10º game do segundo set, mas não as aproveitou e só selou mais tarde a vitória.

Em busca de uma inédita vaga nas quartas de final, Fritz terá duelo de jovens com o croata Borna Coric na próxima rodada. "Nos enfrentamos no saibro (Roland Garros 2016) uma vez e ele venceu, mas estou jogando meu melhor tênis e agora estou dentro de casa", finalizou o atual 74 do mundo, que já foi o 53º em agosto de 2016.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis