Notícias | Dia a dia
Wozniacki: 'Sabia que não poderia só me defender'
16/02/2018 às 22h17

Wozniacki assegurou a permanência no topo do ranking por mais uma semana

Foto: Divulgação

Doha (Qatar) - Depois de vencer um jogo duríssimo nesta sexta-feira para se garantir na semifinal do WTA Premier de Doha, Caroline Wozniacki destacou o sucesso da tática agressiva diante de Angelique Kerber. A dinamarquesa anotou 46 winners na vitória por 7/6 (7-4), 1/6 e 6/3 no duelo de 2h20 contra a canhota alemã.

"Acho que nós duas somos ótimas na defesa e mandamos muitas bolas de volta, mas ao mesmo tempo quando recebemos uma bola mais curta nós podemos bater mais cedo na bola e mudar a direção para tirar o tempo da adversária", disse Wozniacki que agora tem seis vitórias e oito derrotas contra Kerber.

"Eu sabia que hoje eu não poderia apenas ficar atrás da linha de base e esperar porque ela não iria errar e que ela iria partir para a definição dos pontos quando tivesse a oportunidade. Então quando eu fazia uma boa jogada eu vinha para a rede sempre que podia. Acho que joguei muito bem", acrescenta a dinamarquesa que enfrentará a tcheca Petra Kvitova às 14h (de Brasília) deste sábado por vaga na final.

A vitória desta sexta-feira garantiu a permanência de Wozniacki na liderança do ranking mundial por mais uma semana. A dinamarquesa acumulará 71 semanas como número 1 do mundo em três passagens pelo topo da lista. Mas como não vai jogar em Dubai, onde tem 585 pontos a defender, Wozniacki pode perder a posição para Simona Halep no dia 26 de fevereiro em caso de derrota para Kvitova neste sábado.

"É uma sensação boa, mas estou mais feliz por ter vencido o jogo de hoje. Estou mais interessada nisso. O que acontecer, aconteceu. Eu não vou jogar em Dubai na semana que vem. Se eu estivesse preocupada, jogaria", explicou Wozniacki que foi vice em Doha e Dubai no ano passado.

"Mas eu prefiro tirar alguns dias de descanso e ter certeza de que meu corpo está bem. Espero ir ainda melhor aqui e espero estar pronta para Indian Wells e Miami", complementou a experiente jogadora, que completará 28 anos em julho.

Kerber também fez sua análise da partida. A alemã começou o ano no 21º lugar do ranking e já aparece na nona posição com o título em Sydney e a semifinal no Australian Open. Até por isso, a ex-número 1 do mundo sai de Doha com a cabeça erguida após mais um bom torneio.

"Foi uma boa partida, mas perdi", disse a alemã. "É claro que estou desapontada, mas tentei o meu melhor. Ela jogou bem nos momentos importantes, e eu dei o que pude esta noite. Foi um bom jogo de ambas. Eu tenho que me sentar, relaxar e pensar nas últimas duas partidas aqui. Então aguardo o próximo torneio".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis