Notícias | Dia a dia
Halep desiste de Doha e só volta em Indian Wells
16/02/2018 às 16h12

Mesmo ausente do circuito, a romena ainda pode assumir o número 1

Foto: Divulgação

Doha (Qatar) - Pouco mais de uma hora depois de vencer a americana Catherine Bellis por 6/0 e 6/4 no WTA Premier de Doha e garantir vaga na semifinal da competição, Simona Halep decidiu abandonar o torneio no Qatar e já antecipou que também não joga na semana que vem, em Dubai, retornando às quadras apenas a partir do dia 7 de março em Indian Wells.

A desistência de Halep se dá por conta da lesão no pé esquerdo. A romena torceu o tornozelo em seu jogo de estreia no Australian Open em janeiro e vinha jogando com dores desde então. Ainda assim, conseguiu ser finalista do primeiro Grand Slam da temporada. Uma ressonância realizada nesta sexta-feira detectou fluído e tendinite no pé da jogadora.

"Hoje foi o pior dia e foi por isso que eu tomei essa decisão. Não foi fácil, mas eu conversei com meu médico e ele me disse que eu não tive tempo suficiente de recuperação. Eu descansei por apenas alguns dias e preciso de mais. A ressonância mostrou que tenho fluído e tendinite no quarto dedo. Então preciso cuidar da minha saúde primeiro", disse Halep.

"Antes de Indian Wells eu não vou jogar nada. Antes do torneio vou decidir se posso jogar ou não, se eu entender que estou em condições ideais. No momento, não posso falar muito. Tenho que pensar em um dia de cada vez para ver se posso me recuperar até Indian Wells", acrescentou a vice-líder do ranking.

Com a saída de Halep do torneio, Garbiñe Muguruza está automaticamente classificada para a final em Doha. A espanhola só volta a jogar no domingo e tem quatro possíveis adversárias, já que a parte de baixo da chave ainda está nas quartas de final. Caroline Wozniacki enfrenta Angelique Kerber, e depois Petra Kvitova encara Julia Goerges.

Mesmo sem jogar, Halep pode retornar à liderança do ranking mundial. Isso pode aconteceria ainda nesta sexta-feira, caso Wozniacki perdesse para Kerber nas quartas de final em Doha. Outra chance pode pintar na semana que vem. A dinamarquesa é atual vice-campeã em Dubai e terá 585 pontos a descontar. Como o torneio nos Emirados Árabes trocou de categoria com Doha este ano, a atual número 1 do mundo poderá defender no máximo 470 pontos no próximo evento.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis