Notícias | Dia a dia
Wawrinka perde na estreia para 259º do ranking
13/02/2018 às 19h10

Algoz de Wawrinka, Griekspoor marcou sua primeira vitória na ATP

Foto: Divulgação

Roterdã (Holanda) - Um dos principais nomes do ATP 500 de Roterdã foi surpreendido logo na rodada de estreia do torneio holandês em quadras duras e cobertas. Stan Wawrinka caiu ainda na estreia para o convidado local de 21 anos e 259º do ranking mundial Tallon Griekspoor por 4/6, 6/3 e 6/2 em 1h28 de partida.

Foi a segunda derrota seguida de Wawrinka para um adversário de fora do top 100. Na semana passada, quando foi semifinalista do ATP 250 de Sofia, o suíço perdeu para o bósnio Mirza Basic, que era 129º do mundo e acabou conquistando o título do torneio búlgaro.

Algoz de Wawrinka em Roterdã, Griekspoor tem como melhor ranking o 232º lugar alcançado em novembro de 2017. O holandês de 21 anos sequer tinha vitórias em chaves principais de ATP, nível em que só havia disputado dois jogos. Em challengers, ele só tem treze vitórias e nenhum título. Seu próximo rival em Roterdã virá do duelo caseiro entre Robin Haase e Thiemo de Bakker.

Se a contagem de winners foi igual, com 19 bolas vencedoras para cada lado, a diferença no número de erros não-forçados foi substancial. Enquanto o jovem holandês deu apenas 21 pontos de graça, Wawrinka cometeu 41 erros na partida, sendo 23 deles só com o forehand.

Depois de quebrar logo no game de abertura, Wawrinka fez apenas mais um ponto no saque de seu adversário durante o primeiro set. O suíço foi bastante ameaçado no oitavo game, em que salvou quatro break points, chegando a reverter um 0-40. Wawrinka acabaria perdendo o saque logo no início do segundo set e se viu perdendo por 3/0, enquanto o holandês cedeu só três pontos nos games de serviço daquela parcial.

Ainda bastante irregular, o suíço seguia sem ameaçar o serviço de seu jovem adversário. Mais uma vez, Griekspoor não enfrentou break points e ainda conseguiu mais duas quebras para conquistar a vitória mais expressiva de sua carreira, que conta com apenas sete títulos de nível future, sendo cinco deles no ano passado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis