Notícias | Dia a dia
Young acusa Harrison de comportamento racista
13/02/2018 às 14h13

Young perdeu para o compatriota em Nova York

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - O clima esquentou depois do duelo 100% norte-americano pela primeira rodada do estreante ATP 250 de Nova York, nesta segunda-feira. Derrotado, Donald Young acusou o compatriota Ryan Harrison de atitude racista na virada do sétimo para o oitavo game no primeiro set da partida, quando os dois se desentenderam e foram contidos pelo juiz de cadeira.

"Estou surpreso e decepcionado, Ryan Harrison, de te ouvir falar como você se sente em relação a mim como jogador negro, no meio nossa partida em Nova York. Acho que supostamente esse era um esporte inclusivo de cavalheiros", escreveu Young após o encontro em suas redes sociais.

A acusação não passou batida e foi rebatida por Harrison. "Nós dois começamos muito jovens no circuito e temos enorme paixão por esse esporte. Já saí de muitas adversidades e Donald está tentando fazer o mesmo agora. Se tivesse acontecido em um campo de futebol não haveria problema algum", disse o norte-americano em entrevista ao Metro.

Harrison também veio se defender nas redes sociais. "As acusações feitas por Donald Young hoje, depois de nossa partida, não são nem um pouco verdadeiras. Fico extremamente desapontado que alguém tenha essa reação por causa de um jogo perdido", observou o vencedor da partida.

"Qualquer áudio ou vídeo me eximirá totalmente da culpa e mostrará que não há provas do que ele diz", complementou Harrison, que se garantiu na segunda rodada em Nva York e agora medirá forças com o veterano croata Ivo Karlovic, de 38 anos.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis